Rui Vitória pede ambição ante Paços de primeira

Treinador do Benfica elogia qualidade e soluções do líder da II Liga.

Foto
LUSA/LUKAS BARTH-TUTTAS

O Benfica defronta na quarta-feira o Paços de Ferreira, num jogo em atraso da 2.ª jornada da Taça da Liga, e Rui Vitória perspectiva um duelo em que não ignora a capacidade do adversário, que classifica de primeira divisão, com suplentes ao nível dos titulares, sob o comando de um treinador experiente.

Para contrariar o esperado agigantamento dos “castores”, o treinador dos lisboetas aposta na ambição da equipa, assumindo alterações na convocatória, até pelo carácter da competição, que os clubes aproveitam para testar novas opções.

“É importante somar três pontos”, preconiza Rui Vitória, enfatizando a qualidade pacense, que explica a classificação da II Liga, encabeçada pela equipa da Capital do Móvel. “São praticamente de I Liga, com um treinador que admiro e respeito”, prossegue o técnico, nada surpreendido com o anúncio de Vítor Oliveira, que preparou algumas alterações para a Luz, prometendo oferecer réplica.

“O Paços possui um plantel de qualidade”, avalia Vitória, não descortinando grandes diferenças entre titulares e segundas opções. “Esta taça serve para dar minutos e para uma abordagem diferente. Esperamos um Paços desinibido”.