JP quer deixar de usar o plástico em campanhas eleitorais

Decisão foi tomada em conselho nacional da JP.

Francisco Rodrigues dos Santos
Foto
Francisco Rodrigues dos Santos Nuno Ferreira Santos

A Juventude Popular (JP) vai deixar de utilizar o plástico em acções de campanha eleitoral, a começar nas eleições de 2019, afirmou nesta segunda-feira o presidente da JP, Francisco Rodrigues dos Santos.

Em declarações à agência Lusa, Francisco Rodrigues dos Santos recusou a ideia de a "agenda verde" ser um "exclusivo da esquerda", realçando que o objectivo é reduzir a "pegada ecológica" da jota do CDS, dado que 85% do lixo encontrado nas praias é composto por plástico.

O fim da utilização do plástico foi decidida numa reunião do conselho nacional da JP, em 5 de Novembro, mas só hoje foi anunciada, em comunicado.

Para o ano de 2019, estão previstas eleições europeias, legislativas e regionais, na Madeira.