Conteúdo Patrocinado

Como criar uma startup de sucesso: mecanismos de controlo e auditoria

Registe os seus produtos, controle os stocks, adopte estratégias para gerir e conferir os movimentos bancários e controle as despesas.

Foto
Getty

Não é possível falar sobre o desenvolvimento de uma startup bem-sucedida, sem referir a importância dos mecanismos de controlo e auditoria financeira. Estes são fundamentais para elaborar relatórios e para convencer futuros investidores a apostar no negócio, pondo-os a par da evolução da empresa. Ao mesmo tempo, são ferramentas muito importantes para avaliar a performance financeira e operacional, levando à adopção de novas estratégias, e permitindo também aumentar a eficiência do capital investido. Para além de aspectos como a marca, o networking, a internacionalização e o pitch, saiba como pode desenvolver mecanismos de controlo e auditoria que contribuam para que a sua startup se afirme no mercado:

Utilize documentação simples no início

A dimensão e o nível de detalhe dos relatórios financeiros deve ser adaptado em função do crescimento da empresa. Numa fase inicial, procure elaborar uma documentação simples, mas rigorosa e completa. Esteja atento a todas as exigências tributárias, incluindo o IVA. Informe futuros investidores sobre a liquidez da organização. Em muitos casos, nos primeiros tempos pode não ser necessário recorrer a um software de gestão, como o ERP (Enterprise Resource Planning).

Crie rotinas de controlo

O controlo financeiro não só assegura a sustentabilidade de uma startup, como aumenta a confiança da parte de futuros investidores. Em alguns casos, basta criar rotinas de controlo precisas e rigorosas para identificar problemas. Outra opção passa por fazer conciliações bancárias (processos que permitem comparar extractos bancários com os controlos contabilísticos internos da empresa).

Proteja os produtos e serviços

Evite o acesso ou a utilização indevida dos sistemas e da propriedade intelectual da sua empresa e registe as respectivas patentes.

Reveja os gastos e investimentos

Elabore um orçamento com vista ao cumprimento dos objectivos traçados e compare-os com regularidade. Controle as despesas, minimizando o desperdício. Certifique-se que todas as questões financeiras estão alinhadas com as estratégias definidas previamente.

Cumpra todos os requisitos legais

Saiba quais são as obrigações e restrições inerentes às transacções financeiras realizadas pela empresa. Implemente mecanismos que permitam, por exemplo, controlar o stock.

Prepare-se para uma auditoria

Ainda que a sua empresa não seja auditada imediatamente, não descure o cumprimento de todas as obrigações legais e financeiras e a transparência contabilística da mesma. Certifique-se de que conhece ao pormenor quais são as exigências tributárias.