Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff
Fotogaleria
Mattea Goff

Crónica ilustrada de uma mãe que não dorme

Depois de uma noite quase em claro, Mattea Goff desenhou para explicar ao marido por que razão estava de mau humor. As ilustrações tornaram-se virais.

Mattea Goff acordou exausta. Mais uma vez. Aurora, a filha de cinco meses, tinha-lhe dado mais uma noite de muito pouco sono. E isso notava-se na cara de Mattea. Foi por isso que o marido a confrontou: por que razão estava com tão mau humor? Incapaz de explicar, decidiu desenhar. O que a mãe não esperava era que o post se tornasse viral quando o publicou no Facebook (onde tinha pouco mais de 100 amigos). Mais de 213 mil partilhas e 63 mil comentários depois, Mattea Goff decidiu criar uma página para as suas criações. 

"Comecei a desenhar um rascunho e tornou-se em algo maior", disse Mattea Goff numa entrevista à televisão ABC. Nos comentários, muitas mulheres dizem identificar-se com aquele sentimento e partilham as suas experiências. E a norte-americana acredita que o sucesso dos desenhos venha daí: "Acredito que as mães se identificam com estes rascunhos porque é difícil explicar o cansaço quando não se passou por isso. Mas, quando se usam imagens, é mais fácil partilhar caso as palavras não saiam."

Nos desenhos de traço quase amador, Mattea ilustra o marido de "mamilos inúteis" num sono profundo enquanto ela dorme aos soluços, com Aurora a acordar várias vezes para mamar. A norte-americana já sublinhou em várias entrevistas que Kris Goff não é um pai ausente. Ajuda em várias tarefas, também com a filha mais velha, de cinco anos. Mas na hora de amamentar não pode ser útil: "Estou a amamentar e foi uma opção minha". 

A realidade nua e crua de um parto natural

Na página Stick with me — home of #uselessnipples, Mattea tem vindo a partilhar outras imagens. Clássicos de mães desesperadas com as infindas tarefas de ter um bebé e frases com humor para despistar o cansaço. Como esta: "Quem disse 'não adianta chorar sobre o leite derramado', claramente nunca derramou leite materno."