Neste espaço só entram 30 sócios: não é um ginásio, é uma boutique fitness

Chama-se The Shape Club e tem como morada o Tivoli Avenida Liberdade, em Lisboa.

Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR

Quando se entra e se vê a enorme sala luminosa à nossa frente, com os tapetes sumptuosos e os sofás confortáveis, é inevitável imaginar Beatriz Costa, já velhinha, ali sentada no lóbi do hotel Tivoli, em Lisboa, a receber os seus amigos. Mas o nosso propósito é outro e, por isso, viramos à direita e dirigimo-nos aos elevadores que nos levarão ao spa. Assim que as portas douradas se abrem, à nossa esquerda está o ginásio com dezenas de máquinas de última geração. Ao chegar ao balneário, o cacifo abre com o código que criarmos no momento. Há um programa personalizado, assim como um profissional para o acompanhar. No final, de volta ao balneário há champô, amaciador, mas também lâmina de barbear, caso se tenha esquecido. Por fim, de regresso à superfície, é tempo de tomar o pequeno-almoço. Chama-se The Shape Club, é um clube para apenas 30 membros e funciona no hotel Tivoli Avenida Liberdade.

PÚBLICO -
Foto
DR

"Só precisa de trazer a roupa de treino", resume Nuno Mendes, director da New Me que trabalha em parceria com a unidade hoteleira e é responsável pelo projecto-piloto que arrancou este mês, mas que poderá estender-se aos outros hotéis da cadeia. Não é um ginásio, mas uma boutique fitness com um treino "personalizado e exclusivo". "Queremos chegar a um tipo de pessoa que gosta de treinar em locais mais calmos", define.

Aqui, o que se oferece é a "exclusividade e a envolvência" de um hotel de cinco estrelas, continua Nuno Mendes. Foi há um ano que o ginásio abriu para os clientes do hotel e "agora o Tivoli decidiu abrir-se para a rua", explica Lúcia Cunha, directora do spa. Assim sendo, os sócios são apenas 30, com inscrições semestrais (80 euros mensais) ou anuais (75 euros mensais), estes últimos terão direito à oferta de um fim-de-semana no resort do Tivoli no Algarve, acrescenta. 

A anuidade inclui ainda duas horas de estacionamento no parque do hotel, pequeno-almoço na Cervejaria Liberdade, acesso à sauna seca e à piscina exterior (enquanto o tempo o permitir), e meia-hora por mês de massagem às costas. Os sócios têm ainda direito a descontos em tratamentos e massagens (30%) e produtos do spa Anantara (10%), quer no hotel de Lisboa quer no do Palácio de Seteais, em Sintra. Há ainda descontos de 20% nos bares e restaurantes do Tivoli Avenida Liberdade.

Antes de começar a treinar, é feita uma avaliação física. Depois, o treino é personalizado e definido entre quem o faz e quem o orienta, ou seja, pode treinar a um ritmo mais leve ou mais acelerado e definir uma rotina feita à medida. O espaço é o do ginásio do hotel onde se pode cruzar com um ou outro hóspede do mesmo – o horário é das 7h às 21h, de segunda a sexta-feira, mas o personal trainer, com quem terá de fazer no mínimo uma aula semanal, está até às 19h. "Não há exclusividade maior", conclui Nuno Mendes.

O PÚBLICO experimentou os serviços do The Shape Club a convite do Tivoli Avenida Liberdade.