Professores

Mais de 20 mil professores acham que consomem medicação a mais

Há também 9000 docentes que revelam estar preocupados com o seu consumo de álcool ou drogas. Classe recorre a estas substâncias como doping para enfrentar o trabalho, diz estudo da Universidade Nova de Lisboa encomendado pela Fenprof.