Metro de Lisboa vai parar no primeiro dia da Web Summit

Vai haver uma nova greve dos trabalhadores do metro lisboeta a 6 de Novembro.

Foto
Enric Vives-Rubio

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) anunciou esta quinta-feira que os trabalhadores do Metro de Lisboa vão voltar a fazer greve a 6 de Novembro, o primeiro dia do certame tecnológico Web Summit.

Anabela Carvalheira, dirigente da Fectrans, disse à Antena 1 que "está marcada uma nova greve parcial para o próximo dia 6". Isto significa que a paralisação deve assumir os mesmos contornos da que ocorreu esta quinta-feira, ou seja, com o metro a iniciar serviço apenas às 10h e não às 6h30, como habitualmente.

A sindicalista denunciou que, esta quinta, os trabalhadores em greve foram forçados a abandonar as instalações do metro no Colégio Militar.