Exposição

Yushi Li fotografou todos os seus encontros do Tinder

©Yushi Li
Fotogaleria
©Yushi Li

A artista chinesa Yushi Li, residente em Londres, marcou vários encontros através da plataforma de relacionamentos Tinder e retratou os seus protagonistas em “momentos de fragilidade”. ”Durante estes encontros ‘inusitados’, eu sou, em simultâneo, a pessoa que tenta invadir a esfera privada do outro e o objecto de desejo que participa na sua vulnerabilidade”, pode ler-se na descrição do projecto.

Yushi, cujo corpo de trabalho se centra nas relações de género, desejo e poder, acredita ter conseguido fixar “uma certa precariedade na forma como estes homens posam” para as fotografias que, na sua opinião, revela um desconhecimento sobre como posar eroticamente sem perder traços de masculinidade. “Ao colocar estes homens em locais estereotipadamente femininos e domésticos — a cozinha —, tento apresentá-los como figuras não-masculinas e vulneráveis”, declara. “Através da minha objectiva, cada um destes homens transforma-se num objecto belo e adquirível.”

O trabalho da artista chinesa My Tinder Boys, agora em exposição no Festival Internacional de Fotografia Encontros da Imagem, em Braga, procura fazer reflectir na “distinção entre a montra virtual e a realidade numa era de rápidas mudanças sociais”.

©Yushi Li
©Yushi Li
©Yushi Li
©Yushi Li
©Yushi Li
©Yushi Li
©Yushi Li
Sugerir correcção