Torne-se perito

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Grécia demite-se, Tsipras assume a pasta

Postura mais agressiva do partido nacionalista Gregos Indepententes por causa da designação da Macedónia terá levado à demissão de Nikos Kotzias.

Foto
Nikos Kotzias e Alexis Tsipras: o ministro demite-se descontente com o chefe do Governo Costas Baltas/Reuters

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, aceitou o pedido de demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros, Nikos Kotzias, devido a uma disputa com o ministro da Defesa, Panos Kammenos. O motivo terá sido o desacordo sobre a inclusão de Macedónia na designação do país vizinho.

Kotzias foi o principal negociador de um acordo para que o país se chamasse Macedónia do Norte, e que terminaria uma disputa de décadas entre a Grécia e o vizinho. Um referendo na Macedónia sobre o nome não teve o mínimo de participação para ser vinculativo. O Parlamento grego irá também discutir a questão.

O ministro da Defesa, Panos Kammenos, pertence ao partido Gregos Independentes, partido nacionalista que se opõe a que a Macedónia tenha qualquer nome que inclua “Macedónia”, porque este é o nome de uma região grega. Segundo os media gregos, os dois ministros tiveram uma dura discussão e Kotzias não se sentiu apoiado pelo chefe do Governo.

Os Gregos Independentes já ameaçaram deixar a coligação por causa desta questão, acabando com uma cooperação improvável entre um partido de esquerda, o Syriza, e um nacionalista. A coligação está no poder desde Janeiro de 2015

Tsipras já declarou que assumirá ele próprio o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros.

Sugerir correcção