Mais de duas dezenas vão lutar pelo título de Carro do Ano

São 23 os automóveis inscritos na corrida para suceder ao Seat Ibiza como Carro do Ano em Portugal.

Fotogaleria
O Seat Ibiza venceu o título em 2018 DR
Fotogaleria
1985 - Nissan Micra DR
Fotogaleria
1986 - Saab 9000 Turbo 16 DR
Fotogaleria
1987 - Renault 21 DR
Fotogaleria
1988 - Citroën AX DR
Fotogaleria
1989 - Peugeot 405.jpg DR
Fotogaleria
1990 - VW Passat DR
Fotogaleria
1991 - Nissan Primera DR
Fotogaleria
1992- Seat Toledo DR
Fotogaleria
1993 - Toyota Carina E DR
Fotogaleria
1994 - Seat Ibiza DR
Fotogaleria
1995 - Fiat Punto DR
Fotogaleria
1996 - Audi A4 DR
Fotogaleria
1997 - VW Passat DR
Fotogaleria
1998 - Alfa Romeo 156 DR
Fotogaleria
1999 - Audi TT DR
Fotogaleria
2000 - Seat Toledo DR
Fotogaleria
2001 - Seat Leon DR
Fotogaleria
2002 - Renault Laguna DR
Fotogaleria
2003 - Renault Mégane DR
Fotogaleria
2004 - VW Golf DR
Fotogaleria
2005 - Citroën C4 DR
Fotogaleria
2006 - VW Passat DR
Fotogaleria
2007 - Citroën C4 Picasso DR
Fotogaleria
2008 - Nissan Qashqai DR
Fotogaleria
2009 - Citroën C5 DR
Fotogaleria
2010 - Volkswagen Polo Enric Vives-Rubio
Fotogaleria
2011 - Ford C-Max DR
Fotogaleria
2012 - Peugeot 508 Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
2013 - VW Golf DR
Fotogaleria
2014 - Seat Leon DR
Fotogaleria
2015 - Volkswagen Passat Miguel Manso
Fotogaleria
2016 – Opel Astra Daniel Rocha
Fotogaleria
2017 – Peugeot 3008 Rui Gaudêncio

Depois de um 2017 farto em novidades, o que levou a que, na última edição, se registassem mais de 30 entradas no concurso que tem como objectivo escolher os melhores automóveis para o mercado português "em termos de economia (preço e custos de utilização), segurança e agradabilidade de condução", o prémio que avalia os veículos lançados em 2018 conta com 23 inscritos, divididos em seis classes. 

Em análise estarão parâmetros como estética, performances, segurança, fiabilidade, preço e sustentabilidade ambiental. O período de testes dinâmicos estende-se até 15 de Janeiro e os sete finalistas deverão ser conhecidos ainda durante o primeiro mês do ano, com a votação final e divulgação reservadas para os últimos dias de Fevereiro.

O modelo premiado será distinguido com o título de Essilor Carro do Ano, recebendo o respectivo representante ou importador o Troféu Volante de Cristal. Além do galardão máximo, há prémios a atribuir entre seis classes: Citadinos, Executivos, Familiares, SUV Grandes, SUV Compactos e Ecológicos. Na última, reservada a veículos com motores eléctricos ou híbridos, serão analisados dados como eficiência energética, emissões e autonomia homologados pela marca e verificados durante os testes dinâmicos.

A iniciativa, promovida pelo grupo Impresa, através do semanário Expresso e dos canais televisivos SIC/SIC Notícias, conta com um júri composto por jornalistas automóveis em representação de quase uma vintena de órgãos de comunicação social. Além dos organizadores, o júri inclui a revista especializada Carros e Motores, os sites Motor 24, Razão Automóvel e Volante, o desportivo Record, os generalistas Correio da Manhã, Diário de Notícias e PÚBLICO, o económico Jornal de Negócios, as revistas do ACP, Exame Informática e Visão, os canais de televisão RTP, SIC Caras e TVI e as rádios Renascença/RFM e TSF.

Paralelamente, a organização volta a seleccionar cinco dispositivos, posteriormente votados pelos 19 jurados, para o Prémio Tecnologia e Inovação, além de recuperar o Prémio do Público em moldes inéditos: a votação será presencial durante a exposição de todos os modelos a concurso que deverá realizar-se no início do ano.

Em 2017, o Seat Ibiza conquistou o título de Carro do Ano, acumulando o prémio de Citadino do Ano, com a versão 1.0 TSI com 115 cv e equipamento FR. No segmento dos Familiares, venceu a carrinha i30 SW com o 1.6 CRDi de 110cv, tendo somado pontos decisivos na eficiência e na habitabilidade; nos Executivos, a berlina BMW Série 5 520D AT com 190cv, pejada de tecnologia e com desafogadas cotas interiores e dinâmica excepcional, conquistou o título; e nos Desportivos foi o musculado Type-R, com 320cv a "puxar" à frente e um binário máximo de 400 Nm disponível por uma ampla faixa de rotação, que se sagrou vencedor. 

Na concorrida categoria dos SUV/Crossovers, havia 11 versões a concurso, entre mini-SUV e carros de grande porte — o que levou a que a organização optasse este ano pela segmentarização desta classe. Ganhou o espaçoso e funcional Škoda Kodiaq 2.0 TDI com 150cv e caixa DSG. Nos Ecológicos, o Kia Niro 1.6 GDI 6DCT PHEV mostrou-se o mais capaz.

Os jurados distinguiram ainda a segunda geração do Emergency Assist da Volkswagen com o Prémio Tecnologia e Inovação, enquanto a organização decidiu destacar como Personalidade do Ano o português Carlos Tavares, CEO do Grupo PSA.

Lista de inscritos

Citadino do Ano
Audi A1 1.0 TFSI 116cv
Hyundai i20 1.0 GLS T-GDi 100cv

Ecológico do Ano
Hyundai Kauai EV 4x2 Electric 
Mitsubishi Outlander PHEV 
Nissan Leaf 40KWH 

Executivo do Ano
Audi A6 40 TDI 204cv
Honda Civic Sedan 1.5 182cv
Peugeot 508 2.0 BlueHDI 160cv

Familiar do Ano
Citroën C4 Cactus 1.5 BlueHDI 120cv
Honda Civic 1.6 5p 120cv
Kia CEED 1.0 T-GDi 120cv
Kia CEED Sportswagon 1.6 CRDi 136cv
Volvo V60 D4 190cv

SUV Grande do Ano
Hyundai Santa Fé 2.2 CRDi 200cv
Volkswagen Touareg 3.0 TDI 231cv

SUV Compacto do Ano
DS7 Crossback 1.6 Puretech 225cv 
Hyundai Kauai 4x2 1.6 116cv
Hyundai Tucson 1.6 CRDi 116cv
Mitsubishi Eclipse Cross 1.5 MIVEC 163cv
Opel Grandland X 1.5 Turbo D 130cv
Škoda Karoq 1.0 TSI 116cv 
Suzuki Jimny 1.5L 100cv 
Volvo XC40 FWD 1.5 156cv