Caso Ronaldo: Real Madrid processa Correio da Manhã por difamação

O clube espanhol diz que não tinha conhecimento da alegada violação de Cristiano Ronaldo.

Foto
Tatyana Makeyeva

O Real Madrid vai mover uma acção legal contra o jornal Correio da Manhã por este ter publicado nesta quarta-feira uma notícia que considera "informação falsa" que "denigre a imagem do clube". Em causa está a manchete "Real Madrid obriga Ronaldo a pagar [a Kathryn Mayorga]".

Em comunicado, divulgado nesta quinta-feira, o clube afirma "não ter tido conhecimento" do caso da alegada violação a Kathryn Mayorga por Cristiano Ronaldo. Por esse motivo, "não podia exercer nenhuma acção sobre algo que desconhecia".

Os merengues exigem que o jornal português "corrija as afirmações que fez". 

O Correio da Manhã noticiou esta quarta-feira que os advogados do jogador e os do Real Madrid "tinham reunido várias vezes para delinear a melhor estratégia para responder ao caso".

O diário afirmou que Ronaldo "não queria pagar" a Mayorga porque "garantia estar inocente", tendo o acordo sido feito "contra a sua vontade". 

Nesta quarta-feira, o advogado norte-americano de Cristiano Ronaldo disse que os documentos do alegado acordo que tinham sido divulgados pela imprensa eram "fabricados".