Detidas 25 pessoas por tráfico de droga junto a escolas desde o início do ano lectivo

Foram apreendidas várias doses de cocaína, heroína e haxixe no âmbito da operação "Escola Segura".

Foto
DRO DANIEL ROCHA

A Operação “Escola Segura” da PSP, que arrancou a 12 de Setembro e se estendeu por 16 dias, resultou em 25 detenções por tráfico de droga junto a escolas e na apreensão de 722 doses de haxixe. No balanço, tornado público nesta terça-feira, a PSP dá ainda conta de duas detenções por posse de arma ilegal e quatro armas apreendidas: uma de fogo, uma arma branca e dois objectos que podiam ser considerados armas.

No período da operação, foram apreendidas 148 doses de cocaína, um número igual de doses de heroína e mais de 700 doses de haxixe que estariam a ser vendidas junto às escolas.

No comunicado da PSP, registam-se ainda 40 infracções, das quais 15 foram por venda de bebidas alcoólicas a menores dentro dos estabelecimentos de ensino.

Das 16.736 viaturas fiscalizadas pelas autoridades junto de escolas resultaram 4600 autos por infracções rodoviárias — a maioria por estacionamento irregular ou excesso de velocidade, mas também por falta de seguro e inspecção, uso de telemóvel e não utilização das “cadeirinhas”.

O objectivo desta operação, que contou com a colaboração de 3877 profissionais da PSP, foi “garantir a diminuição da criminalidade e delinquência e aumentar o sentimento de segurança na comunidade escolar”, nomeadamente através da sensibilização para os cuidados a ter no percurso entre casa e escola e as regras de trânsito. No total, mais de 14 mil alunos foram alertados para as consequências de crimes como o tráfico de droga e posse ilegal de arma.