Todos à la plage, com a Chanel

No último dia da semana de moda de Paris, a Chanel transformou Grand Palais num cenário de praia, para a apresentação da colecção de Primavera/Verão 2019.

Fotogaleria
LUSA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Fotogaleria
LUSA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
LUSA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
LUSA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Fotogaleria
Reuters/GONZALO FUENTES
Fotogaleria
Reuters/GONZALO FUENTES

As modelos desfilaram descalças, enquanto as ondas enrolavam na areia. Com o cenário de uma praia instalado no Grand Palais, em Paris, a apresentação da colecção de Primavera/Verão 2019 decorreu na manhã de terça-feira, no último dia do calendário oficial da semana de moda de Paris.

A primeira pista foi o convite, que incluía um guarda-sol às riscas. À chegada, os convidados foram encaminhados para paletes de madeira, onde viram passar os cerca de 80 coordenados, sob a vigia dos nadadores-salvadores sentados em cadeiras altas. O icónico espaço parisiense, que de seis em seis meses se transforma para acomodar uma nova colecção da Chanel — sendo que no passado já foi um bosque, uma estação espacial, um supermercado e um aeroporto —, espelhou desta vez um dos destinos mais comuns da estação de Verão. 

PÚBLICO -
Foto
REUTERS/Stephane Mahe

Os sapatos podem não ter desfilado nos pés, mas apareceram ainda assim, nas mãos das modelos ou fixos às malas (uma tendência para a praia em 2019?). No site, a marca publicou algumas fotografias dos bastidores, que incluíam sapatos de cortiça, com a icónica corrente da Chanel como rebordo. Também os chapéus e bonés de palha foram um dos destaques da apresentação.

Não obstante o areal, o clássico tweed da Chanel apareceu, por exemplo, em casacos, coletes, saias e vestidos, na maioria em tons mais claros. Mais inesperada foi a entrada dos calções de ciclismo — uma tendência que tem dominada as últimas estações — na colecção da maison francesa. Apareceu, por exemplo, combinado com casacos de tailleur.

Entre as caras mais conhecidas a desfilar estavam Kaia Gerber (a filha de 17 anos de Cindy Crawford), que este ano colaborou com Karl Lagerfeld para uma colecção especial, e a modelo activista Adwoa Aboah. Já na plateia, estiveram presentes figuras como Caroline de Maigret, Pharrell William, Vanessa Paradis e Pamela Anderson — um nome que ficará eternamente ligado à ideia de praia. 

Na semana passada, três criadores portugueses apresentaram as suas colecções em Paris com o apoio do Portugal Fashion. A dupla Marques'Almeida trocou a semana de moda de Londres — onde tinha presença regular desde 2013 — por Paris, apresentando uma colecção de resort inspirada em técnicas, silhuetas e padrões portugueses, no museu de arte contemporânea Palais de Tokyo. Ainda no mesmo dia, Diogo Miranda e Luís Buchinho, mostraram as suas colecções, ambos na Universidade de Paris Descartes.

O desfile da Louis Vuitton, às 20h de terça-feira (hora local) vai encerrar a semana de moda de Paris —, e assim, o calendário de um mês de apresentações, que passou primeiro em Nova Iorque e depois em Londres e em Milão