Festival Lumina dá cores e formas a Cascais durante o fim-de-semana

"Cor e Formas" será o tema do Lumina, festival que regressa à vila de Cascais durante este fim-de-semana. A sétima edição contará com 17 obras de artistas nacionais e internacionais

Fotogaleria
A performance Lampadophores será apresentado no festival DR
Fotogaleria
A obra de Laurent Fort, Light Metamorphosis DR
Fotogaleria
A projecção 360 de OCUBO com os The BLKBRDS e os JUKEBOX crew será apresentada na Cidadela de Cascais DR

A sétima edição do Lumina Festival da Luz, que este fim-de-semana inundará Cascais de imagens e muita cor, contará com artistas nacionais e internacionais que apresentarão 17 obras em que se incluem vídeo mapping, performances e projectos interactivos, que estarão espalhados pela vila.

À semelhança da edição anterior, o festival terá um país convidado – a Polónia. Durante três dias, os visitantes poderão ficar a conhecer mais sobre a cultura e gastronomia do país e tomar contacto com a obra do artista convidado Robert Sochaki. Of Dreams and Life é o nome do seu projecto, que é “um verdadeiro tributo de cor às crianças” e “uma experiência de sonhos, pensamentos e imaginação sem limites”, refere a organização em comunicado.

O artista holandês Ivo Schoofs também mostra ao público a sua obra Large Pendulum Wave. Uma instalação com cerca de 12 metros que demonstra como funciona o fenómeno físico que se dá com a libertação de 15 pêndulos, criando padrões visuais surpreendentes. 

O Colectivo francês Picto Facto também merece destaque com a sua performance Lampadophores – um desfile que andará pelas ruas de Cascais com oito estruturas insufláveis de diferentes tamanhos e que terão a projecção de fantoches gigantes.

As novidades do festival este ano passarão pela Oficina das Pessoas, em parceria com o atelier Ocubo, uma instalação interactiva que permite ao público embarcar numa viagem sensorial por diferentes conceitos. Terá o maior chão interactivo já instalado no país. 

O espectáculo Colours and Forms fará da Cidadela de Cascais o palco para uma projecção a 360º, que resulta da parceria do atelier Ocubo com os The BLKBRDS e os Jukebox crew. Em suma, um verdadeiro tributo ao tema do festival.

Ainda incluído no role de novidades, será apresentado o vencedor do concurso Lumina Design Contest – apoiado pelo conhecido designer Philippe Starck -, que tem como objectivo a criação de soluções artísticas que possam guiar os visitantes, de forma fácil e intuitiva, pelo percurso de luz. Haverá também workshops, que advêm da associação do evento à Cascais European Youth Capital, e cujas obras que daí resultem serão exibidas no festival.

A Marina de Cascais também não escapa à luz do festival recebendo uma instalação que iluminará todo o seu espaço envolvente realizada pelo artista francês Laurent Fort. A música ficará a cargo de Marc Urselli, músico nomeado três vezes para um Grammy.

Para as mentes mais curiosas, haverá ainda espaço para um desafio. Strike a Light Hackathon é uma maratona criativa de 24 horas non-stop, que visa promover a criatividade no contexto da utilização da luz em experiências do utilizador. Os participantes terão de criar algo divididos em equipas e os melhores projectos serão premiados no fim.

O Lumina tem uma parceria com a CP (Comboios de Portugal), oferecendo descontos na compra de bilhetes na linha de Cascais.

O festival é considerado pelo jornal The Guardian  como um dos dez melhores festivais de luz na Europa e recebeu o EFFE Label for Remarkable Festival nos últimos três anos. 

Texto editado por Ana Fernandes