Resgate

Fogem do furacão Florence, mas não esquecem os animais

REUTERS/Jonathan Drake

Fotogaleria

REUTERS/Jonathan Drake

Salvaram-se pessoas, mas também animais de companhia. As equipas de resgate na Carolina do Norte e do Sul — que, em conjunto com Virginia, foram os estados mais afectados pelo furacão Florence — não tiveram mãos a medir. Ainda assim, devido à tempestade tropical, desde sexta-feira que morreram 32 pessoas nos três estados, afogadas, electrocutadas ou atingidas por árvores. Uma criança de um ano morreu após ter sido arrastada dos braços da mãe. Há relatos de animais de produção abandonados em armazéns que não sobreviveram às cheias, após as chuvas torrenciais. Desde terça-feira, 18 de Setembro, que as chuvas começaram, finalmente, a dar tréguas.

Segundo um jornal local, o Charlotte Observer, as autoridades norte-americanas resgataram mais de 2500 pessoas na Carolina do Norte. E, com elas, vieram os animais, que fazem companhia até nos piores momentos.

http://pet.publico.pt/2018/08/20/a-importancia-de-salvar-mesmo-todas-as-vitimas-de-catastrofes/

 

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake

<p>REUTERS/Jonathan Drake</p>

REUTERS/Jonathan Drake