Hoje é o dia do panda-vermelho — em Lisboa e em todo o mundo

Celebra-se o dia internacional de uma espécie em perigo que ganhou um novo exemplar no Jardim Zoológico de Lisboa.

A cria de panda-vermelho nascida a 11 de Junho no Zoo de Lisboa Jardim Zoológico de Lisboa
Fotogaleria
A cria de panda-vermelho nascida a 11 de Junho no Zoo de Lisboa Jardim Zoológico de Lisboa

É um primo muito distante do panda gigante e com ele partilha o nome, mas tem um aspecto completamente diferente, e celebra-se este sábado, 15 de Setembro, o seu dia internacional. O panda-vermelho é um dos mais curiosos e ameaçados animais do mundo, tendo como habitat natural as florestas de bambu e as florestas tropicais da região dos Himalaias e do Sul da China. Está em perigo devido à destruição do seu território, à caça e à consanguinidade causada pela diminuição do número de exemplares.

A sobrevivência da espécie depende em parte dos esforços de zoos como o Jardim Zoológico de Lisboa, onde nasceu a 11 de Junho um exemplar (de sexo ainda por identificar).

“A reprodução do panda-vermelho é bastante complexa e, por isso, deve ser bem celebrada. Os machos e as fêmeas encontram-se apenas para acasalar, num espaço de tempo limitado e compreendido entre Janeiro a Março. A fêmea só está receptiva uma vez por ano, durante um curto período de 12 a 36 horas, em que a ovulação é induzida pela cópula”, explicou o zoo lisboeta em comunicado.

Este sábado, para celebrar o dia internacional do panda-vermelho e o nascimento de um novo exemplar, o Jardim Zoológico de Lisboa fez uma apresentação ao público em que os especialistas responderam a perguntas sobre esta espécie rara.

Para quem não pode assistir à apresentação, aqui ficam algumas fotografias do novo residente do zoo lisboeta e dos seus “primos” noutros jardins zoológicos mundiais.

A cria com a sua mãe. O Jardim Zoológico de Lisboa ainda não tem a certeza do sexo do jovem panda-vermelho
A cria com a sua mãe. O Jardim Zoológico de Lisboa ainda não tem a certeza do sexo do jovem panda-vermelho Jardim Zoológico de Lisboa
Outro panda-vermelho bebé, uma fêmea chamada Batou, no zoo de Munique
Outro panda-vermelho bebé, uma fêmea chamada Batou, no zoo de Munique Reuters/MICHAELA REHLE
Gerry, um panda-vermelho macho de nove anos, no zoo Rosamond Gifford em Nova Iorque, nos EUA
Gerry, um panda-vermelho macho de nove anos, no zoo Rosamond Gifford em Nova Iorque, nos EUA AP/AP/DICK BLUME
Dois pandas-vermelhos recém-nascidos apresentados ao público no Jardim Zoológico de Berlim
Dois pandas-vermelhos recém-nascidos apresentados ao público no Jardim Zoológico de Berlim Reuters/TOBIAS SCHWARZ
Reuters/Thomas Peter
Reuters/China Daily CDIC
REUTERS/Benoit Tessier
REUTERS/Rebecca Naden
Sugerir correcção