Sete ideias para sair esta semana

Aqui há criadores de felicidade, museus com pedalada, cerveja, luz e outras artes.

Foto
"Banda Rumtátá" da companhia Marimbondo DR

Criadores de felicidade

Porto - Coliseu do Porto, Largo de Santo Ildefonso, Praça da Batalha, Praça dos Poveiros e Jardim de São Lázaro
Até 16 de Setembro

Quatro dias, cinco palcos, mais de 40 apresentações de 13 companhias. A primeira edição do Festival Internacional de Circo do Porto vem com os trunfos todos, no que à arte circense diz respeito. Do teatro à dança, passando por mímica, corda bamba, clown e acrobacias, mostra as várias disciplinas do circo contemporâneo numa viagem entre a fragilidade e a provocação, com momentos de tirar o fôlego. Depois da abertura na quinta-feira com o Speakeasy da companhia francesa The Rat Pack, o Coliseu do Porto abre portas a Six Pieds Sur Terre, da compatriota Lapsus (sábado, às 21h30, e domingo, às 17h30). Pelos palcos ao ar livre passam as criações de D'Irque & Fien (Sol Bemol), Claire Ducreux (Le Sourire du Naufragé), H.M.G. (3D), Toron Blues (Rouge), Marimbondo (Banda Rumtátá), Courcirkoui (Chemins…), Chiara Marchese (Mavara) e Clément Dazin (Bruit de Couloir), entre outras. O programa não se faz só de espectáculos: sábado, às 11h, no Coliseu, há Olhares sobre o circo contemporâneo, uma conversa que se debruça sobre o estado da arte e o futuro destes “criadores de felicidade”, como alguém escreveu num bilhete deixado no pára-brisas do carro da dupla D'Irque & Fien.
Horário: sábado, a partir das 10h; domingo, às 11h.
Grátis

Museus com pedalada

PÚBLICO -
Foto
Daniel Rocha

Lisboa - Museu Rafael Bordalo Pinheiro, Museu da Marioneta e Museu do Fado
Dia 16 de Setembro

Em Lisboa, convidam-se atletas e amantes dos passeios em duas rodas para dar a Volta aos Museus em Bicicleta. O percurso, uma iniciativa integrada na Semana Europeia da Mobilidade, liga três espaços museológicos da cidade ao cicloturismo, com “humor e mascarada”. O mapa tem como ponto de partida o Museu Rafael Bordalo Pinheiro no Campo Grande, passa pelo Museu da Marioneta em Santos e acaba no Museu do Fado em Alfama. Sem classificações nem camisola amarela, as etapas fazem-se ao ritmo de cada um (miúdo ou graúdo) e dão direito à visita dos espaços e actividades à medida de cada colecção. Na meta desta segunda edição, os participantes são recebidos com palmas... e fado.
Horário: domingo, das 9h30 às 12h30.
Grátis mediante inscrição em [email protected]

Na rota da cerveja

PÚBLICO -
Foto
Nelson Garrido

Lisboa
De 15 a 23 de Setembro

Um passeio pelas principais fábricas de cerveja artesanal da cidade, um festival para beber e uma corrida de copo na mão. Se os planos para esta semana incluem cerveja, todos os copos vão dar à Lisbon Beer Week. A terceira edição promete uma festa bem regada, com a presença de 15 cervejeiras, 12 fábricas e nove bares. O evento começa com a Rota das Cervejas, onde é possível visitar algumas fábricas (com direito a degustação) e prossegue com o festival no Jardim do Torel (entre 21 e 23 de Setembro). No campo de batalha (ou de provas), estão mais de meia centena de garrafas de sabores diferentes. Para sábado, dia 22, às 9h30, está reservada a Beer Mile, uma prova de 1600 metros à volta da Praça de Touros do Campo Pequeno, em que os atletas também bebem e os vencedores levam para casa o seu peso em cerveja.
Bilhetes a 3€ (inclui copo de prova reutilizável). Inscrição na Beer Mile: 15€

Design de esplanada

PÚBLICO -
Foto
DR

Lagos - Centro Cultural de Lagos
De 15 de Setembro a 29 de Dezembro

Mais de 40 artistas nacionais são convidados a pôr a sua criatividade ao serviço do design de esplanada. O resultado está à vista em Homenagem à Cadeira Portuguesa - Tributo ao Design Português, uma exposição que mostra as diferentes abordagens criativas ao objecto-ícone em tubo de ferro curvado, inspirado no modelo Wassily de Marcel Breuer e também conhecido como cadeira Gonçalo. Entre os nomes representados estão Nuno Ladeiro (que assume também o comissariado), Álvaro Siza, André Albuquerque, Filipa Lacerda, Helena Ladeiro, Inês Cortesão, Sofia Areal, Mário Martins, Miguel Rodrigues e Vítor Vilhena.
Horário: terça a sábado, das 10h às 18h.
Grátis

Pérolas do Barroco

PÚBLICO -
Foto
Palácio do Raio Paulo Pimenta

Braga - Centro histórico
De 19 a 23 de Setembro

Integrado no Ano Europeu do Património Cultural, o programa Braga Barroca volta a instalar-se no centro histórico da cidade. Ao longo de cinco dias, revive-se a história do património bracarense através de encenações, visitas guiadas, sons e sabores, recriando o ambiente artístico e cultural vivido nos séculos XVII e XVIII. Um dos destaques vai para As 15 Pérolas do Barroco (dias 19 e 20, às 17h), uma visita guiada e encenada com passagem por alguns dos edifícios mais marcantes deste estilo arquitectónico. Com ponto de encontro no Posto de Turismo da Avenida Central, o percurso começa na Basílica dos Congregados e passa pela Casa Rolão, Igreja da Penha de França, Recolhimento das Convertidas, Campo Novo, Arcada, Largo do Paço, Praça Municipal, Igreja e Convento do Pópulo, Palácio dos Biscainhos, Arco da Porta Nova, Campo das Carvalheiras, Largo de S. Paulo, Largo Carlos Amarante e Palácio do Raio.

Bairro das Artes

PÚBLICO -
Foto
"Roque Gameiro Lisboa Antiga" Urban Sketchers

Lisboa - Vários espaços
Dia 20 de Setembro

A rentrée cultural da Sétima Colina aí está para mais uma edição, a nona. Ao Bairro das Artes chegam pintura, fotografia, desenho, joalharia, arquitectura, lançamento de livros, inaugurações, visitas guiadas e um sem número de manifestações de mais de uma centena de artistas. Pelos 38 espaços de arte contemporânea do catálogo deste bairro aberto, entre galerias, museus e livrarias, podem ver-se Há Quanto Tempo Trabalha Aqui? de Luísa Ferreira (Espaço Santa Catarina), Roque Gameiro Lisboa Antiga dos Urban Sketchers (Biblioteca Camões), O que Pode a Arte? 50 Anos do Maio de 68, colectiva de Ana Vidigal, Carla Filipe, João Louro, Jorge Queiroz, Júlio Pomar, Ramiro Guerreiro e Tomás da Cunha Ferreira (Atelier-Museu Júlio Pomar), Prémio Estação Imagem 2018 (Casa da Imprensa) ou Extinção de Salomé Lamas (Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado). A organização está a cargo da associação Isto Não É Um Cachimbo.
Horário: quinta, das 18h às 22h.
Grátis

Cores e Formas

PÚBLICO -
Foto
"Lampadophores" da Picto Facto DR

Cascais
De 21 a 23 de Setembro

Com números a chegar ao meio milhão de visitantes e o carimbo de um dos dez melhores festivais de luz na Europa, atribuído pelo The Guardian, o Lumina chega a Cascais, pela sétima vez, com créditos que valem bem a visita. Este ano, novamente pela mão do ateliê OCubo, artistas como Picto Facto, Fugara, Blecaute, Laurent Fort, Mr. Beam, Ralf Westerhof, Alessandro Lupi ou Robert Sochacki (este último em representação da Polónia, país convidado), mostram as suas criações sob o signo das Cores e Formas. A paisagem urbana da vila é recriada com performances, video mapping e projectos interactivos, que prometem uma experiência pessoal e única do público com cada obra. No mapa proposto pela organização, o passeio começa no Largo da Estação e acaba na Rua Marques Leal Pancada. Pelo caminho ilumina espaços como a Igreja de N. Sra. da Misericórdia, Marina, Baía, Cidadela, Centro Cultural, Parque Marechal Carmona ou Casa das Histórias - Paula Rego.
Horário: sexta a domingo, das 20h às 24h.
Grátis