França vai gastar 3,6 mil milhões de euros para renovar satélites militares

Medida surge dias depois de ser revelada uma tentativa de espionagem russa.

Florence Parly disse ainda que o Governo estava a avaliar a construção de um ou dois porta-aviões
Foto
Florence Parly disse ainda que o Governo estava a avaliar a construção de um ou dois porta-aviões PETER SCHNEIDER/EPA/Lusa

A França vai investir 3,6 mil milhões de euros para renovar e melhorar os satélites militares com o objectivo de proteger a rede de tentativas de espionagem, disse neste domingo Florence Parly, ministra da Defesa francesa.

“Vamos instalar câmaras de vigilância nos nossos satélites para podermos saber quem está a aproximar-se de nós”, disse a ministra ao canal de televisão francês CNews.

Na sexta-feira, Florence Parly tinha revelado que a França detectou em 2017 tentativas feitas pela Rússia de interceptar transmissões de um satélite militar usado pelas forças armadas da França e da Itália.

O investimento francês surge semanas depois de o Presidente norte-americano Donald Trump ter anunciado um plano para criar em 2020 uma “Força Espacial”, um novo ramo do exército norte-americano.

A ministra da Defesa disse ainda que o Governo estava a avaliar a construção de um ou dois porta-aviões.