Quinta das Lágrimas dominou em Cantanhede

Vence Campeonato Nacional de Clubes de Pitch&Putt pela quarta vez

A equipa campeã nacional com João Iglésias, Ricardo Paredes, José Miguel Augusto e Guilherme Laureano
Foto
A equipa campeã nacional com João Iglésias, Ricardo Paredes, José Miguel Augusto e Guilherme Laureano

No Clube de Golfe de Cantanhede, a Quinta das Lágrimas venceu pela quarta vez o Campeonato Nacional de Clubes de Pitch&Putt, aproximando-se do recordista de títulos, o Oporto, campeão nas quatro primeiras edições (de 2009 a 2012) e ainda em 2014.

Foi com a sua equipa B que o clube de Coimbra conquistou mais um ceptro (os outros foram em 2013, 2015 e 2016), após um duelo “fratricida” com a sua equipa A, decidido pela margem mínima. O Citygolf, campeão em 2017, foi terceiro classificado.

João Iglésias (13 anos), Ricardo Paredes (15), José Miguel Augusto (18) e Guilherme Laureano (17) constituíram o quarteto campeão, somando 324 pancadas (par), com voltas de 157-167.

O resultado de cada equipa foi a soma dos três melhores resultados obtidos em cada volta pelos quatro jogadores participantes e a uma pancada de distância ficou a primeira equipa da Quinta das Lágrimas, com Luís Azenha Bonito, António Tendeiro, João Filipe Monteiro e Mário Filipe.

Já o Citygolf somou 332 (+8), o Paredes GC foi quarto com 335 e Cantanhede completou o top-5 com 338.

Luís Azenha Bonito, capitão do clube de golfe da Quinta das Lágrimas e campeão nacional absoluto de pitch&putt, afirmou ao Gabinete de Imprensa da FPG: “É com certeza um momento de festa, espelha o trabalho que tem sido feito pela academia, nomeadamente com a iniciação destes jovens e depois com o desenvolvimento das suas competências no golfe.”

“Se a FPG continuar a promover o pitch&putt, mais jovens aparecerão e a variante vai ter um nível de maior exigência o que é ótimo para todos os intervenientes e em particular para o meu clube”, acrescentou.

 

Veja mais em www.golftattoo.com