Moto2: Miguel Oliveira foi nono na qualificação em São Marino

A pole position ficou na posse do líder do Mundial de pilotos, Francesco Bagnaia.

Foto
LUSA/MARTIN DIVISEK

O português Miguel Oliveira vai partir, no domingo, da nona posição da grelha para o Grande Prémio de São Marino em Moto2. Neste sábado, o piloto da KTM tinha feito o melhor tempo da última sessão de treinos livres, mas sairá da terceira linha para a 13.ª corrida do campeonato (ou 12.ª se tivermos em conta que a prova de Silverstone foi cancelada).

Foi o italiano Francesco Bagnaia (Kalex) quem conseguiu a volta mais rápida do dia, em 1m37,121s, logo seguido de Marcel Schrötter (Kalex), a 0,210s, e do compatriota Mattia Pasini (Kalex), a 0,295s.

Miguel Oliveira, que na terceira sessão de treinos livres rodara em 1m37,754s, ainda conseguiu melhorar ligeiramente a marca (1m37,678s) mas não foi além da nona posição. O português, de resto, na tentativa de se aproximar da marca de Bagnaia, o principal rival na luta pelo título, sofreu um pequeno despiste na curva 4 do circuito de Misano.

PÚBLICO -
Foto

"Foi uma qualificação um pouco estranha. Sabíamos que era importante conseguir uma volta rápida logo no início", explicou o piloto de Almada, afirmando ter sido "uma pena" a queda e lamentando não ter feito "uma volta limpa". "Gostava de ter ficado um pouco mais à frente na grelha, apesar de ter ficado a menos de um décimo do quinto posto", reconheceu.

Seja como for, o português acredita que um bom arranque poderá colocá-lo na discussão do triunfo e lembra que há um objectivo maior que permanece intacto: "Também queremos continuar a lutar pelo título e não queremos perder a oportunidade de encurtar a distância", vincou, ele que está a três pontos de Francesco Bagnaia no Mundial.