Ambiente

Descarga de águas residuais interdita banhos em praia de Vila do Conde

Chuva levou a problemas na estação elevatória de Mindelo. Bandeira Azul foi retirada temporariamente.
Foto
Nelson Garrido

A praia de Mindelo Sul, no concelho de Vila do Conde, distrito do Porto, está temporariamente interdita a banhos devido a uma fortuita descarga de águas residuais e pluviais no local, informou nesta quinta-feira a Câmara Municipal vila-condense.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Segundo a autarquia, o problema deveu-se a uma "anomalia acidental na estação elevatória de Mindelo", provocada pela "forte intempérie sentida na madrugada desta quarta-feira".

"Registou-se um episódio de poluição junto à praia do Pinhal dos Eléctricos, em face do anormalmente elevado nível de água que entrou na rede da estação, e que provocou uma descarga de águas residuais/pluviais na praia de Mindelo Sul", explicou a Câmara Municipal, através de um comunicado.

A autarquia lembrou que, "apesar de se tratar de uma situação da responsabilidade da Águas do Norte, foram desenvolvidas imediatas diligências para a limpeza do areal", estando no terreno, a monitorizar a situação, elementos da Câmara Municipal, Águas do Norte, Polícia Marítima e Agência Portuguesa do Ambiente.

A interdição a banhos foi aconselhada pela Agência Portuguesa do Ambiente, e, segundo a Câmara Vila do Conde, vai durar "até que se restabeleça, em função de análises efectuadas, a confirmação da boa qualidade da água para a prática balnear".

Em função do sucedido, foi retirada, temporariamente, a Bandeira Azul desta praia, que só voltará a ser hasteada quando as análises revelarem resultados favoráveis.

A praia de Mindelo, situada na parte sul do concelho vila-condense, tem dois quilómetros de extensão é uma das mais procuradas da região, sobretudo nestes meses de Verão.