E-toupeira: Benfica diz que acusações são "absurdas e injustificadas"

"Encarnados" mantêm a convicção de que não existem factos que sustentem qualquer acusação.

Foto
Reuters/PEDRO NUNES

A SAD (Sociedade Anónima Desportiva) do Benfica reagiu nesta terça-feira à acusação deduzida pelo Ministério Público no caso E-Toupeira, argumentando que ainda não foi notificada e que mantém a convicção de que não existem factos que sustentem qualquer acusação no âmbito deste processo.

Explicando que só tomaram conhecimento, através de um comunicado da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, do requerimento do Ministério Público com "a dedução da acusação em que constitui como arguida a SAD do Benfica, enquanto pessoa colectiva, no âmbito de um inquérito sobre violação do segredo de justiça", a administração da sociedade lamenta "o insólito e lamentável facto de ser emitido um comunicado da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa a enunciar o termo da acusação, sem notificação e o conhecimento do conteúdo pelas partes envolvidas".

Através de um curto comunicado, os "encarnados" garantem manter a firme convicção "quanto à inexistência de factos que justifiquem qualquer acusação no âmbito deste processo" e informam que irão reagir, "com total rigor e firmeza no sentido de desmontar as absurdas e injustificadas imputações do Ministério Público", assim que tenham conhecimento dos termos concretos da acusação.