Negrão pede a Costa que trave ambiente de eleitoralismo

Marcelo também já pediu ao Governo que não faça um orçamento eleitoralista.

Negrão esteve no arranque da Universidade de Verão do PSD
Foto
Negrão esteve no arranque da Universidade de Verão do PSD LUSA/NUNO VEIGA

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, apelou esta segunda-feira ao primeiro-ministro para que trave o "ambiente de eleitoralismo" que diz viver-se no país, considerando que retira o "rigor e responsabilidade" necessários à discussão do Orçamento do Estado para 2019.

Na intervenção de abertura da Universidade de Verão do PSD, que decorre em Castelo de Vide (Portalegre), até domingo, Negrão recuperou algumas das promessas que já foram deixadas pelo Governo para o próximo Orçamento do Estado, acusando o executivo de se "enganar a si próprio e querer enganar os portugueses".

"Paira no ar a ideia de que este governo vai dar tudo a todos de maneira a garantir a aprovação do orçamento (...). O nosso receio é esse: que entremos num ambiente de eleitoralismo", afirmou, deixando um apelo directo a António Costa.

"Senhor primeiro-ministro, é muito cedo para entrarmos em ambiente de eleitoralismo. Eleitoralismo agora é retirar da discussão do Orçamento do Estado todo o sentido de rigor e responsabilidade que deve ter essa discussão, não faça isso", apelou, considerando que tal irá "arrastar os partidos da oposição para um discurso igualmente eleitoral".