Bernardo Silva e a selecção: "Uma óptima oportunidade para muitos"

Médio do Manchester City falou nesta segunda-feira, no arranque da preparação para a Liga das Nações.

Foto
LUSA/RODRIGO ANTUNES

Na ausência de Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva é uma das figuras de proa da selecção de Portugal, que iniciou nesta segunda-feira os trabalhos de preparação para a Liga das Nações. O médio do Manchester City desvalorizou o peso que poderá ter na equipa e elogiou a convocatória feita por Fernando Santos.

"Aquilo que posso dizer da minha parte é que vou dar o meu melhor. Sou mais um a fazer parte desta convocatória e quero dar o meu melhor. Quero tentar ser importante na nossa selecção e ajudar na conquista dos objectivos", sublinhou Bernardo Silva, antes do primeiro treino de Portugal tendo em vista o jogo particular com a Croácia, na sexta-feira.

No dia em que os jogadores se concentraram, o criativo que tem recolhido elogios de Pep Guardiola em Inglaterra fez questão de deixar claro que está ao dispor de Fernando Santos para o papel que o técnico entender como mais adequado aos interesses da equipa. "Fiz a minha formação quase toda no meio e quando cheguei ao Mónaco joguei bastante mais tempo na direita do que no meio. No City também. Estou preparado para jogar onde o seleccionador achar melhor".

Depois desse embate de preparação com os vice-campeões do mundo, que decorrerá no Estádio Algarve, Portugal terá o primeiro desafio oficial pós-Mundial da Rússia. O adversário será a Itália e as escolhas de Fernando Santos indiciam um "novo ciclo", como o próprio seleccionador admitiu, com um núcleo de jogadores rejuvenescido.

"Há muitas estreias, [é] uma óptima oportunidade para muitos jogadores mostrarem o valor que têm e isso é sempre bom. Todos os que cá estão têm feito um óptimo trabalho e vamos dar o nosso melhor para começar da melhor maneira esta competição [Liga das Nações], que é importante".