Sporting no grupo do Arsenal na Liga Europa

Qarabag e Vorskla Poltava também fazem parte do agrupamento dos "leões".

Foto
LUSA/ANTÓNIO COTRIM

O terceiro e o quarto jogos do calendário do Sporting na fase de grupos da Liga Europa serão aqueles em que uma vitória portuguesa mais valerá nas bolsas de apostas. Nessas 3.ª e 4.ª jornadas do Grupo E, os “leões” medirão forças com o Arsenal, o cabeça de série do sorteio que calhou em sorte à equipa lisboeta e que se apresenta como o grande favorito a seguir em frente. Mas a aventura “verde e branca” nas provas da UEFA em 2018-19 começa diante do bem mais modesto Qarabag, no dia 20 de Setembro.

Havia hipóteses mais risonhas no pote 1 (Villarreal, Anderlecht, Salzburgo ou Zenit, por exemplo), mas também havia rivais como o Chelsea e o Sevilha. Seja como for, o Sporting terá agora de se concentrar em tentar anular os “gunners” com a confiança de quem, nas últimas épocas, se tem batido com grande equilíbrio na Europa com equipas do calibre da Juventus ou do Real Madrid.

É verdade que os “leões” estão numa fase de renovação, a começar pela equipa técnica, mas esse é um cenário que também se coloca em Londres, onde Unai Emery substituiu a lenda Arsène Wenger. O treinador espanhol, de resto, não foi muito longe na análise ao sorteio, mas deixou algumas pistas. “Queremos ir longe nesta competição. São três equipas diferentes e vamos apresentar a receita certa para cada uma delas. Cada encontro será diferente, ainda para mais em alguns casos envolvem viagens longas”, comentou.

A mais longínqua de todas será ao Azerbaijão, onde o Qarabag tentará, pela primeira vez na sua história, encaminhar o apuramento para os 16 avos-de-final da prova. Para o Sporting, essa deslocação está agendada para 29 de Novembro, na 5.ª jornada, sendo a primeira equipa portuguesa a bater-se com este adversário.

“Penso que é possível passar à fase seguinte, o Sporting tem todas as condições para seguir [em frente]. Apanha um ‘tubarão’ [Arsenal] e duas equipas em que o grande problema será o desgaste das viagens”, acrescentou Manuel Fernandes, o representante dos “verde e brancos” no sorteio realizado no Fórum Grimaldi, no Mónaco.

Para além da deslocação a Baku, no Grupo E, os “leões” terão ainda de reservar voo para a Ucrânia, onde defrontarão o Vorskla Poltava, outro do outsiders na luta pelos dois lugares de apuramento. “Sabíamos que íamos enfrentar adversários poderosos e estamos satisfeitos porque o Arsenal é um deles. Agora poderemos pôr-nos à prova contra eles. Deixem-nos ser a ovelha negra do grupo”, desabafou Vasyl Sachko, treinador do terceiro classificado da Liga ucraniana em 2017-18.

Na época passada, o Sporting, que arrancou o périplo europeu na Champions, acabou por resvalar para a Liga Europa e só foi travado nos quartos-de-final pelo Atlético Madrid, que viria a conquistar o troféu.