Benfica castigado com um jogo à porta fechada

"Encarnados" já avisaram que vão recorrer e impugnar a decisão do IPDJ.

Foto
Nelson Garrido

O Benfica foi sancionado com um jogo à porta fechada pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ). O clube da Luz já foi notificado de uma decisão que terá sido motivada pelo apoio das "águias" a claques ilegais. 

A questão do apoio a claques ilegais já tinha estado em cima da mesa. Em Julho de 2017, o PÚBLICO escrevia que o Estádio da Luz poderia ser interditado pelo IPDJ por essa razão.

“Sei que o Benfica tem sócios organizados, mas nunca ouvi falar em claques, são sócios do Benfica e têm tantos direitos como eu”, afirmou Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, à época. 

Os "encarnados" já reagiram à decisão do IPDJ, anunciando que vão impugná-la e apresentar recurso: "Tendo tomado conhecimento de uma decisão proferida pelo IPDJ, pela qual lhe é aplicada uma coima de 56.250,00€ e uma sanção acessória de um jogo à porta fechada, a Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa que irá impugnar e recorrer da referida decisão, dentro do prazo legal previsto de 20 dias úteis", pode ler-se, no site do clube.