Inundações

Mais de 50 mil pessoas retiradas de casa após colapso de barragem na Birmânia

Até agora foram evacuadas aproximadamente 12 mil habitações.
Fotogaleria

Mais de 50 mil pessoas foram retiradas das suas casas na Birmânia depois de o colapso da barragem de Swar Chaung, em Yedashe (região de Bago) ter colapsado e inundado 80 povoações vilas. 

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Grande parte da população, mesmo aquela que não foi directamente atingida pela água da barragem, abandonou as habitações, com receio de que o nível da água aumente, informou um membro do Departamento de Gestão de Catástrofes Naturais do país, que pediu para permanecer anónimo.

Até agora, foram evacuadas aproximadamente 12 mil habitações, onde vivem 54 mil pessoas.

Desde o início do mês que a Birmânia tem várias regiões em alerta devido às fortes inundações que estão a afectar o país.

A chuva forte repete-se todos os anos, deixando um cenário de destruição. Em 2015, os climatologistas colocaram esta região no topo de uma lista global dos países mais afectados por fenómenos climatéricos extremos. Foi também em 2015 que cerca de 100 pessoas morreram em inundações e centenas de milhares foram deslocadas para o interior do país.

O acidente desta quarta-feira recorda o colapso de uma barragem em Laos, no Sudeste asiático, e que resultou em dezenas de mortos e mais de uma centena de desaparecidos e levanta preocupações em relação à segurança e construção destas barragens.