Reacções à morte de McCain: "Algumas vozes são tão vibrantes que é difícil pensarmos que estão silenciosas"

John McCain morreu no sábado, aos 81 anos.

John McCain
Foto
John McCain Reuters

Mitch McConnell, líder da maioria republicana no Senado: 

“Numa era repleta de cinismo sobre o que é a unidade nacional e serviço público, a vida de John McCain reluziu como o exemplo mais brilhante. Ele mostrou-nos que o patriotismo sem limites e o auto-sacrifício não são conceitos anacrónicos ou clichés, mas as fundações com que se constrói uma vida extraordinária.”

Nancy Pelosi, líder da minoria democrata na Câmara de Representantes:

“A nação chora. Hoje, com a morte de John McCain, o Congresso e a América perderam um líder e um homem que se dedicou ao serviço público com grande patriotismo, uma coragem excepcional e um espírito intrépido.” 

George Bush, ex-Presidente dos EUA (republicano):

“John McCain era um patriota da mais alta estirpe, um servidor público de rara coragem. Poucos sacrificaram mais, ou contribuíram mais, para o bem-estar dos outros cidadãos – na verdade para o bem-estar de todos os povos do mundo que prezam a liberdade. Outro guerreiro inconformista americano, o general Patton, disse uma vez: 'Devemos agradecer a Deus por homens como estes terem existido'.”

George W. Bush, ex-Presidente dos EUA (republicano):

“Algumas vidas são tão intensas que é difícil imaginar que acabam. Algumas vozes são tão vibrantes que é difícil pensarmos que estão silenciosas. John McCain foi um homem de convicções profundas e um patriota da mais alta estirpe. Para mim, foi um amigo de que vou sentir muita falta.”

Barack Obama, ex-Presidente dos EUA (democrata):

“Poucos de nós foram postos a prova da forma como John foi, ou tiveram que mostrar a coragem que ele tinha. Mas todos nós podemos aspirar a ter essa coragem de pôr o bem de todos à frente do nosso. Ele mostrou-nos o que isso significa. Por isso, estaremos para sempre em dívida para com ele.”

Joe Biden, ex-vice-presidente (democrata) 

“Como prisioneiro de guerra, John suportou o pior que um ser humano pode fazer a outro. Como político, ficou a um passo de atingir a sua maior ambição. No final da vida, enfrentou uma doença cruel e implacável. Mas apesar de tudo, nunca perdeu de vista aquilo em que mais acreditava: o país estava em primeiro lugar. E o espírito que sempre o guiou nunca se apagou: estamos aqui para nos comprometermos com um bem maior.”

Jimmy Carter, ex-Presidente dos EUA (democrata):

“John McCain era um homem de honra, um verdadeiro patriota no melhor sentido da palavra. Os americanos nunca se esquecerão dele pelo seu serviço militar heróico e pela sua integridade inabalável como membro do Senado.”

Mike Pence, vice-presidente (republicano)

“Honramos a sua vida dedicada ao serviço desta nação, quer como militar quer como nos seus cargos públicos. Que Deus abençoe John McCain.”

Donald Trump, Presidente dos EUA (republicano)

“A minha profunda condolência e o meu respeito vão para a família do senador John McCain. Estão nas nossas orações e no nosso coração.”