Atletismo

Portugal com mais duas medalhas de prata nos Ibero-americanos

Tsanko Arnaudov e Susana Costa destacaram-se nos Campeonatos Ibero-americanos de atletismo, que decorrem em Trujillo, no Perú
Foto
Tsanko Arnaudov, aqui numa imagem dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (2016), foi superado apenas pelo brasileiro Darlan Romani REUTERS/Kai Pfaffenbach

A selecção portuguesa obteve mais duas medalhas de prata na sessão da tarde de sábado dos Campeonatos Ibero-americanos de atletismo, que decorrem em Trujillo, no Perú.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

A primeira medalha de prata foi conquistada no lançamento do peso, por Tsanko Arnaudov, mesmo sem chegar aos 20 metros. O benfiquista lançou o peso a 19,34 metros.

O recordista nacional português apenas foi superado pelo grande favorito da prova, o brasileiro Darlan Romani, que lançou 20,74 metros, um recorde dos campeonatos. O terceiro lugar foi para o equatoriano Eduardo Espin (16,13). Apenas competiram três atletas.

No triplo-salto feminino, medalha de prata para Susana Costa, que saltou 13,76 metros, perdendo apenas para a principal favorita, a colombiana Yosiry Urrutia, que saltou 14,14 metros (com vento favorável superior ao permitido (+2,4 m/s).

A outra portuguesa em prova, Lecabela Quaresma, ficou na quarta posição, com a marca de 13,24 metros, sendo superada pela peruana Daniela Segura (13,46 metros).

Os Campeonatos prosseguem este domingo, só com uma jornada matinal (com início às 16h30 portuguesas), com Portugal a apresentar uma equipa de 4x400 metros (18h10).