"Tudo mentira". Torres Pereira garante que órgãos sociais do Sporting vão manter-se até às eleições

Presidente da Comissão de Gestão acusa Bruno de Carvalho de tentar desestabilizar o clube, garantindo que não existe nenhuma decisão judicial para anular a destituição do anterior presidente.

Torres Pereira acusou Bruno Carvalho de "mentir"
Foto
Torres Pereira acusou Bruno Carvalho de "mentir" José Sena Goulão/LUSA

O presidente da Comissão de Gestão (CG) do Sporting, Artur Torres Pereira, garantiu esta sexta-feira que os actuais órgãos irão manter-se em funções até às eleições marcadas para 8 de Setembro. O dirigente defendeu que não existe nenhuma decisão do tribunal para anular os efeitos da destituição do ex-presidente Bruno de Carvalho na Assembleia Geral (AG) de dia 23 de Junho.

“Analisada e conferida a documentação nas instalações do clube concluiu-se afinal ser tudo mentira, porque não existia nem existe qualquer fundamento ou decisão judicial que suspenda a deliberação tomada pelos sócios na AG de 23 de Junho e que permita ao ex-presidente destituído reassumir as suas antigas funções”, referiu Torres Pereira numa breve conferência de imprensa, ao final da tarde desta sexta-feira.

Uma tomada de posição que surge após Bruno de Carvalho se ter apresentado durante a manhã desta sexta-feira em Alvalade para entregar uma providência cautelar que anularia os efeitos da AG que resultou na sua destituição.

“Lamentamos e repudiamos profundamente este episódio na véspera do primeiro jogo em Alvalade da nossa equipa principal na Liga e no decurso de um acto eleitoral vital para o clube”, prosseguiu o presidente da CG, acusando o antigo dirigente de “atitudes de desprezo e desrespeito” e “irresponsabilidade”: “É nosso compromisso de honra não permitir manobras de diversão ridículas.”

Também Sousa Cintra, actual presidente da SAD do Sporting, usou palavras duras para classificar os actos desta sexta-feira de Bruno de Carvalho. 

"Não quero falar sobre esse senhor. Ou falo bem, ou estou calado. E não sei como é que entrou hoje. Já chega de palhaçada. Todos os jogadores do Sporting estão motivados, há muita gente que quer que o Sporting perca, mas não vão ter essa sorte”, atirou.

O ex-presidente do Sporting apresentou-se nesta sexta-feira em Alvalade para entregar uma providência cautelar que, segundo o próprio, anulará os efeitos da Assembleia Geral que resultou na sua destituição.