"Neste momento o presidente do Sporting chama-se Bruno de Carvalho". Comissão de Gestão garante que não

Ex-dirigente, que foi destituído do cargo de presidente do clube em Junho, apresentou-se em Alvalade com documentos que diz garantirem a sua manutenção como líder "leonino".

Foto
Bruno de Carvalho esta sexta-feira, em Alvalade, momentos antes de falar aos jornalistas Rodrigo Antunes/LUSA

Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting, apresentou-se nesta sexta-feira em Alvalade para entregar uma providência cautelar que, segundo o próprio, anulará os efeitos da Assembleia Geral que resultou na sua destituição.

Ao que o PÚBLICO apurou junto de fonte próxima da Comissão de Gestão, que é liderada por Artur Torres Pereira, o antigo presidente "leonino" não entregou qualquer decisão judicial nova nesta visita a Alvalade.

À saída das instalações do clube, Bruno de Carvalho garantiu que continua a ser o presidente "leonino". "Neste momento, o presidente do Sporting chama-se Bruno de Carvalho e o presidente da SAD chama-se Bruno de Carvalho. A suspensão é ilegal e, depois do que vi hoje, está para muito breve voltar aqui, onde passei cinco anos maravilhosos", disse Bruno de Carvalho, explicando que há uma decisão judicial que suspende os resultados da AG que o destituiu e que, por isso, ainda é presidente "leonino".

"Claro que alterou tudo. A Comissão de Gestão sabe desde 1 de Agosto que todo o efeito da AG de 23 de Junho foi suspenso. Se foi suspenso, eu sou o presidente. Não abdico de lutar pela democracia. Estava lá o cartório e só quatro dias depois é que deram as coisas para serem certificadas, o resultado da AG é uma mentira pegada", frisou ainda Bruno de Carvalho, referindo que a PSP identificou os membros da CG que alegadamente não terão aceitado esta decisão.

PÚBLICO -
Foto
Rodrigo Antunes/LUSA

Depois de falar Bruno de Carvalho, falou o seu advogado, José Preto, que reforçou as afirmações do presidente destituído a 23 de Junho: "Bruno de Carvalho é neste momento o presidente em exercício. Se lhe apetecer, vem a Alvalade, mas pode exercer noutro lugar."

Bruno de Carvalho foi impedido pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, de se candidatar à presidência do clube, nas eleições do dia 8 de Setembro. 

Esta diligência poderá abrir uma nova perspectiva e uma nova frente de batalha, depois da destituição decretada por maioria dos sócios na concorrida AG que decorreu no Altice Arena, em Junho.