Jovens ecologistas em acampamento

Iniciativa centra-se na protecção da floresta

Foto
Nuno Ferreira Santos

Os jovens ecologistas do PEV marcaram, este ano, o seu acampamento de final do Verão para Penacova, de 30 de Agosto a 2 de Setembro. O acampamento da Ecolojovem será centrado na discussão do ordenamento florestal e da protecção da floresta, disse ao PÚBLICO a dirigente Beatriz Goulart.

No dia 31, os 30 jovens irão fazer uma caminhada pelas zonas de Penacova que arderam no ano passado para saberem o que se está a fazer para as recuperar e, de volta ao acampamento nas margens do Mondego, haverá uma conversa sobre estilos alimentares, com enfoque nas opções ambientalmente sustentáveis e saudáveis. No domingo, dia 2, os jovens irão participar na feira mensal da Espinheira, na freguesia de Sazes do Lorvão, para distribuir à população as propostas dos Verdes sobre combate aos incêndios e discutir os constrangimentos que o desordenamento do território, em especial da floresta, podem provocar no combate ao fogo, descreve a activista da Ecolojovem.

O acampamento não contará, desta vez, com a presença de líderes nacionais do partido nem com as intervenções dos deputados à Assembleia da República, uma vez que o PEV tem já marcada para Novembro (dias 17 e 18) a sua 14ª convenção – o congresso do partido.

O PAN, que durante o mês de Agosto continuará a sua batalha contra as touradas, não tem qualquer evento específico para marcar o arranque do trabalho depois das férias. Mas irá participar na Marcha Mundial do Clima, a 8 de Setembro, que tem concentrações marcadas para as 17h em Lisboa, Porto e Faro, disse ao PÚBLICO fonte do partido.