Erika Lust

“Sou mais criticada por ser feminista do que por fazer pornografia”

Aos 41 anos, a sueca Erika Lust é uma referência no mundo da indústria porno feminista. Decidiu começar a fazer filmes quando percebeu — enquanto consumidora de porno e activista feminista — que o seu corpo “reagia àquilo que via, mas não gostava daquilo que via”. Hoje, financia outras mulheres realizadoras e garante que o movimento de que faz parte está a crescer.