Gastronomia

Sete chefs à volta da fogueira

Ljubomir Stanisic, Miguel Rocha Vieira, João Rodrigues, Vasco Coelho Santos, Pedro Lemos, Manuel Maldonado e António Galapito são os Chefs on Fire.
Fotogaleria

Fogo, fumo, lenha e uma fogueira de 90 metros quadrados. Estes serão os principais ingredientes à disposição dos sete chefs convidados pela organização do Chefs on Fire. A comida preparada durante 24 horas nas brasas fica a cargo de Ljubomir Stanisic, Miguel Rocha Vieira, João Rodrigues, Vasco Coelho Santos, Pedro Lemos, Manuel Maldonado e António Galapito, que irão cozinhar longe da sua zona de conforto.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

O projecto, dos criadores do Presidential Train, pretende celebrar "as origens da cozinha e dos seus elementos universais" e aproveita para apoiar os Bombeiros do Estoril — que também estarão presentes no dia 23 de Setembro. Por cada bilhete vendido, 5 euros revertem directamente para a corporação. Posteriormente, serão ainda entregue aos bombeiros as receitas de uma exposição de fotografia deste festival, bem como da venda de um livro com uma selecção das mesmas. A acompanhar a comida, estarão as bandas portuguesas Best Youth, Budda Power Blues, Deixem o Pimba em Paz, Frankie Chavez e Tiago Bettencourt e Salvador Sobral.

Foto

"Este não é apenas um evento de comida e música, porque assume uma abordagem interventiva e pedagógica de responsabilidade ambiental. Portugal defronta cada vez mais gravíssimos problemas na área dos incêndios, e sabemos que com as alterações climáticas esse drama só vai piorar. É imperativa uma abordagem de pedagogia e respeito pelo fogo, pelos bombeiros e pelo ambiente, sendo que esta é uma das premissas que sustentam todo o conceito do Chefs on Fire", explica em comunicado Gonçalo Castel-Branco, criador do festival.

Mais, sugere Gonçalo, o evento tentará "desconstruir a ideia pré-formatada dos chefs como artistas inalcançáveis, presos a um território elitista e fechados dentro dos chavões rígidos da alta cozinha". Longe do fine dining a que nos habituou o comboio Presidential, desta vez Gonçalo Castel-Branco quer "diversão" num ambiente "mais terra-a-terra", com os chefs a criarem perto das pessoas.

A organização deste evento reforça dois pontos: "Por um lado, o respeito pelos homens e mulheres que lidam directamente com o fogo e cujo trabalho tem sido, infelizmente, indispensável nos últimos tempos. Paralelamente, queremos também informar e educar o público que nos visita. Por isso, teremos no recinto do Festival zonas dedicadas a workshops, aulas e palestras para toda a família sobre o papel histórico e antropológico do fogo e as preocupações que todos temos de ter ao lidar com este elemento — particularmente ao cozinhar."

O festival adopta uma postura 100% sem plástico até ao momento em que a comida será servida em louça japonesa de bambu e cana-de-açúcar. Chefs on Fire acontece no espaço FIARTIL, em Cascais, no dia 23 de Setembro, das 12h às 22h. O bilhete custa 55 euros para adultos e para crianças até aos 12 anos, 25. À entrada do recinto, o bilhete é trocado por sete fichas de refeição (uma por cada chef) e três bebidas.

Foto
Evan Kirby