Bitcoin e outras criptomoedas afundam-se após decisão do regulador americano

Adiamento da decisão sobre um fundo de bitcoins em bolsa levou os investidores a vender. Criptomoedas mais populares caíram entre 8% e 15%.

Foto
Uma representação das várias criptomoedas Reuters/Dado Ruvic

O preço da grande maioria das criptomoedas caiu abruptamente, depois de o regulador dos mercados financeiros dos EUA ter adiado a decisão de autorizar ou rejeitar o que seria o primeiro fundo de investimento em bolsa indexado à bitcoin.

Estes fundos – normalmente conhecidos como exchange-traded funds, ou simplesmente ETF – são mecanismos financeiros negociados em bolsa que tentam seguir o desempenho de um indicador de referência, que pode ser um activo, um segmento de mercado ou um índice bolsista, por exemplo.

A criação de um ETF indexado à bitcoin permitiria aos interessados investir em bitcoins sem os riscos de recorrer às bolsas online, que são essencialmente desreguladas e que, em alguns casos, já tiveram problemas técnicos e foram alvo de ataques que levaram a perdas para os utilizadores. Este tipo de mecanismo tem sido defendido pelos proponentes (e por muitos investidores) como uma forma de massificar o acesso ao investimento em criptomoedas.

Nesta terça-feira, a Securities and Exchange Comission, o regulador americano, anunciou o adiamento para 30 de Setembro da decisão sobre a criação de um ETF de bitcoins que tinha sido proposto por duas empresas de investimento e serviços financeiros.

Várias propostas semelhantes já foram recusadas. Recentemente, o regulador rejeitou a criação de um ETF deste género por parte de Cameron e Tyler Winklevoss, os gémeos multimilionários que processaram Mark Zuckerberg acusando-o de lhes ter roubado a ideia para o Facebook, e que se tornaram nos últimos anos investidores e defensores acérrimos da bitcoin.

O adiamento da decisão levou a uma queda significativa num mercado que está desde o início do ano numa tendência negativa.

Às 13h08, a bitcoin, a primeira e mais popular das criptomoedas, estava a cair 8% num período de 24 horas, para cerca de 6516 dólares. O ethereum, a segunda moeda com mais capitalização, estava a desvalorizar 10%, para 369 dólares. O ripple caía 15%, para 35 cêntimos de dólar. Segundo o site CoinMarketCap, que agrega preços de milhares de bolsas online, 99 das 100 criptomoedas mais populares estavam a desvalorizar.

Já este domingo, uma investigação do jornal Wall Street Journal relatou a existência de múltiplos esquemas fraudulentos para fazer subir artificialmente o preço das criptomoedas, através de compras concertadas em fóruns e grupos de conversação. A subida de preços provocada por estas compras suscita o interesse de outros investidores, permitindo aos manipuladores do mercado vender com lucros.

O tipo de esquemas expostos pelo jornal, que são ilegais nos mercados financeiros, são há muito motivo de discussão nas redes sociais e fóruns online, e uma crítica frequente por parte dos detractores das criptomoedas.