CP suspende venda de bilhetes para os pendulares para diminuir número de passageiros

Vendas suspensas para diminuir calor a bordo, porque ar condicionado dos alfas pendulares não arrefece quando a temperatura está acima dos 42 graus.

Foto
Patrícia Martins/Arquivo

A CP suspendeu a venda de bilhetes para os comboios alfas pendulares deste domingo, para diminuir o número de passageiros a bordo e, consequentemente, a carga térmica no interior.

Isto porque o sistema de ar condicionado do Alfa Pendular não foi concebido para suportar as elevadas temperaturas que se têm sentido - acima dos 42 graus, dificilmente consegue manter a temperatura fresca no interior.

Ora há zonas na linha do Norte (entre Santarém e Entroncamento, por exemplo) e na linha do Sul (a travessia do Alentejo) onde as temperaturas chegam aos 48 graus, o que transforma o habitáculo do Alfa numa autêntica sauna. Neste fim-de-semana, em que 11 distritos têm estado sob alerta vermelho devido ao calor elevado, houve relatos diversos de problemas a bordo destes comboios, com pessoas a queixarem-se da falta de condições durante a viagem.

Não se trata de uma avaria, mas uma limitação do próprio sistema a bordo. Normalmente, quando a temperatura exterior é de 40 graus, o ar condicionado do Alfa consegue manter o interior a 28 graus, mas a partir daí já não se consegue um nível de refrescamento suportável. Acresce que estes comboios têm andado com lotação cheia (e muitas vezes esgotada), o que aumenta a carga térmica no interior porque são 300 passageiros juntos num espaço muito exíguo.

Daí que a CP tenha optado por suspender a venda nas bilheteiras para estes comboios, limitando-se a assegurar a circulação dos comboios apenas com as vendas feitas online. Em todo o caso, alguns destes comboios, hoje, já estão praticamente cheios.