Palcos da semana

Os festivais continuam, agora no Norte, com música electrónica, teatro e performances. E uma justa homenagem ao surrealista Cruzeiro Seixas.

Foto
Teatro no Largo da Praça – I Bienal, 1978 Arquivo Bienal Internacional de Arte de Cerveira

Artes Plásticas
Passado e Futuro

Quadragésimo aniversário da Bienal Internacional de Arte de Cerveira. Sob o tema Artes Plásticas Tradicionais e Artes Digitais. O Discurso da (Des)Ordem, vão estar presentes cerca de 400 artistas de mais de 30 países e expostas mais de 600 obras. A mostra inaugura com um concerto de Rui Massena e Jean Philippe Passos e uma performance de Shin Young Gu aos quais se seguem, ao longo de um mês e meio, intervenções, workshops, conferências e debates e uma homenagem ao surrealista Cruzeiro Seixas. No programa estão também patentes as exposições XX Artistas na Casa, PregrinACTION – Uma Cartografia da Pós Saudade e Recontar a (Pré) História da Bienal, dedicada aos Encontros Internacionais de Arte que antecederam a criação da Bienal.

VILA NOVA DE CERVEIRA
Fórum Cultural de Cerveira e outros locais
De 10 de Agosto a 23 de Setembro. Segunda a sexta, das 14h30 às 22h30; sábado, domingo e feriados, das 10h30 às 22h30.
Bilhetes a 3€
Programa completo em bienaldecerveira.org.

 

PÚBLICO -
Foto
88–5–25

Pintura
Linhas, Pontos e Cores

Com o título Quase Tudo o Que Sou Capaz, esta exposição itinerante do Museu de Serralves, de Ângelo de Sousa (1938-2011), dá conta da coerência do percurso e pesquisas do artista moçambicano que fez do Porto a sua cidade. Trinta e cinco obras de pintura, desenho e escultura, realizadas entre 1961 e 1989, onde trabalha cor, linhas e escalas de forma simplificada e depurada, sempre de acordo com o mote: “o máximo de efeitos com o mínimo de recursos, o máximo de eficácia com o mínimo de esforço, e o máximo de presença com o mínimo de gritos”.

CAMINHA
Museu Municipal de Caminha 
Até 7 de Outubro. Terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h. 
Grátis

 

PÚBLICO -
Foto

Teatro
Inscrições

Dando continuidade ao processo de inscrição de “lugares, profissões e histórias em desaparecimento”, desta vez o Teatro do Vestido decidiu centrar-se nos trabalhadores das salinas da Figueira da Foz. Com o título Pontes de Sal ou As Mãos Gretadas, como descreve a companhia, esta é uma “forma de teatro-acontecimento-experiência”. Resultado de uma residência parte do programa do Citemor - 40.º Festival de Montemor-o-Velho, esta é a primeira apresentação pública de um trabalho que verá continuidade ao longo dos próximos dois anos.

FIGUEIRA DA FOZ
Núcleo Museológico do Sal - Armazéns de Lavos
Dia 10 de Agosto, às 22h30.
O preço da entrada é definido pelo espectador.

 

PÚBLICO -
Foto

Música
Viana, “Capital do Tecno”

14.ª edição do Neopop, festival de referência da música electrónica de dança nacional e internacional. Ao longo de quatro noites, Viana do Castelo é palco de DJ sets e live-acts dos principais nomes da “cultura de clubes e de pista de dança” actuais. Jeff Mills, St. Germain e Solomun são alguns dos cabeças de cartaz do qual constam também Ivan Smagghe, Ricardo Villalobos, Mr. Herbert Quain e Rui Vargas, entre outros. Este ano o festival estende-se além do recinto e promove uma série de eventos na cidade, com vista a elevá-la a “Capital do Tecno”.

VIANA DO CASTELO
Forte Santiago da Barra e Teatro Sá de Miranda.
De 8 a 11 de Agosto. Quinta, às 16h; quarta e sexta, às 18h; sábado, às 23h.
Bilhetes a 60€ (dia) e 105€ (passe).

 

 

PÚBLICO -
Foto

Festival
Há Teatro na Aldeia

Campo Benfeito, na Serra de Montemuro, volta a ser palco de espectáculos de teatro. Este ano, na 20.ª edição do Festival Altitudes, apresentam-se dez projectos multidisciplinares. O certame inaugura com Os 4 Clowns do Apocalipse, uma criação do Teatro do Montemuro em parceria com o Absolute Theatre. Em cena vão estar ainda peças de La Compañia Oriolo, Peripécia Teatro, Teatro da Palmilha Dentada, Inês Barahona e Miguel Fragata, entre outros. O concerto deste ano é uma homenagem a Ary dos Santos feita por Fernando Tordo.

CAMPO BENFEITO (CASTRO DAIRE)
Teatro Regional da Serra do Montemuro
De 11 a 18 de Agosto.
Bilhetes a 5€ (espectáculo), 25€ (passe).