Queda de avioneta na Suíça faz quatro mortos

O avião caiu numa zona de difícil acesso numa floresta da cidade de Hergiswil, perto de Lucerna.

Foto
Imagem retirada do vídeo divulgado pelo jornal "Blick" em que se vê a zona florestal situada numa encosta e o helicóptero a combater as chamas que resultaram da queda do aparelho "Blick"

Uma família de quatro pessoas (os pais e os dois filhos menores) morreu depois da queda da avioneta em que seguiam, informou a polícia local na tarde deste sábado, citada pela imprensa suíça. A aeronave tinha caído de manhã numa zona florestal na cidade de Hergiswil, no cantão de Nidwalden, perto de Lucerna. A família, que será da região, tinha saído do aeródromo de Kagiswill cerca de 15 minutos antes do acidente, refere o jornal 20 Minutes

Os jornais locais começaram por noticiar que havia "vários mortos", mas o número exacto foi desconhecido durante horas. Não se sabe ao certo qual o modelo da avioneta, que é descrita pelos jornais helvéticos como um "pequeno avião".

Segundo o jornal Tiroles Tageszeitung, a polícia foi avisada por volta das 10h de que havia chamas a lavrar numa zona florestal situada numa encosta. Imagens vídeo publicadas por outro jornal, o Blick, mostram que a área onde a avioneta terá caído se situa numa encosta. 

O mesmo vídeo mostra que para o local foi enviado um helicóptero para tentar extinguir as chamas, numa zona de difícil acesso, para que a protecção civil possa chegar à área do desastre.

Um segundo avião despenhou-se na tarde deste sábado na montanha suíça de Piz Segnas, pertencente ao cantão dos Grisões, na zona Este do país. A informação da queda foi confirmada pela polícia local, desconhecendo-se para já a existência de vítimas.