LGBT

Polícia russa deteve 25 activistas gay em São Petersburgo

Desde 2013 que a Rússia tem em vigor uma lei que proíbe a difusão do que apelida "propaganda gay".
Fotogaleria

A polícia russa deteve neste sábado 25 activistas gay que participavam num comício na cidade de São Petersburgo, segundo testemunhos citados pela Reuters. 

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Não era uma concentração muito numerosa – "algumas dezenas", adianta a mesma agência de notícias – que estavam a desafiar a proibição de manifestações LGBT. A polícia fez as detenções quando foram desenroladas bandeiras com as cores do arco-íris, símbolos da luta dos direitos políticos e sociais da comunidade LGBT. Os activistas ofereceram resistência, mas sem violência.

Desde 2013 que a Rússia tem em vigor uma lei que proíbe a difusão do que apelida "propaganda gay".