Morreu Rick Genest, o modelo conhecido por Zombie Boy

Aos 32 anos, o modelo foi encontrado morto em sua casa, em Montreal, Canadá, na quinta-feira.

Fotogaleria
Reuters/Eduardo Munoz
Fotogaleria
LUSA/MARCELO SAYAO
Fotogaleria
Reuters/Juan Carlos Ulate
Fotogaleria
LUSA/MARCELO SAYAO
Fotogaleria
Reuters/Max Rossi

Aos 32 anos, Rick Genest (1985-2018) foi encontrado morto em sua casa, em Montreal, Canadá, na quinta-feira. O modelo era conhecido por Zombie Boy, porque tinha todo o corpo, incluindo a cabeça, cheio de tatuagens e faria anos na próxima terça-feira, dia 7.

Rick Genest fez uma carreira no mundo da moda graças ao designer Thierry Mugler, e, em 2011, apareceu no vídeo Born This  Way de Lady Gaga, que já se manifestou pela morte amigo, considerando a perda “devastadora”.

“Toda a família Dulcedo está chocada e enlutada por essa tragédia”, escreveu a agência que o representava, a Dulcedo Management, num post  no Facebook. "Zombie Boy, Rico, foi amado por todos os que tiveram oportunidade de o conhecer. Era um ícone da cena artística e do mundo da moda, inovador, remava contra a maré da cultura popular”, diz ainda o texto.

">

Segundo a imprensa, Rick Genest viveu algum tempo na rua, onde mendigava para poder fazer as tatuagens que o tornaram famoso. A primeira fê-la aos 16 anos. No total, 90% do seu corpo estava coberto de tinta, tendo entrado no Livro do Guinness, que assinala todo o tipo de recordes, por ter o maior número de tatuagens de insectos (178) e de desenhos de ossos (138) no corpo, escreve o francês Libération.

Os jornais canadianos dizem ainda que o modelo terá cometido suicídio. No Twitter, Lady Gaga reflecte sobre a questão da saúde mental e apela a quem a lê que, caso esteja a sofrer fale com alguém de família ou com um amigo. “Temos de nos salvar uns aos outros”, escreve.

PÚBLICO -
Foto