Lewis Hamilton vence na Hungria e reforça liderança do Mundial

Valtteri Bottas, colega de equipa do piloto britânico, envolvido em dois acidentes nas voltas finais

O Mercedes da Lewis Hamilton
Foto
O Mercedes da Lewis Hamilton LUSA/Tamas Kovacs

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) reforçou neste domingo a liderança do Mundial de Fórmula 1, ao vencer o Grande Prémio da Hungria, aumentando para 24 pontos a vantagem sobre o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que terminou na segunda posição.

Na 12.ª prova do campeonato, o quatro vezes campeão do mundo e detentor do título partiu da pole position e concluiu as 70 voltas ao circuito de Hungaroring, em 1h36m16,427s, menos 17,123 segundos do que Vettel, também tetracampeão mundial.

O finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) terminou na terceira posição, a 20,101 segundos do britânico.

Após a quinta vitória do ano e a 67.ª da carreira, Hamilton soma 213 pontos na classificação de pilotos, mais 24 do que Vettel.

Uma das figuras deste Grande Prémio da Hungria foi Valtteri Bottas, colega de equipa de Lewis Hamilton. O piloto finlandês envolveu-se primeiro num acidente com Sebastian Vettel, quando o piloto da Ferrari tentava chegar ao segundo lugar e depois, um pouco mais tarde, com Daniel Ricciardo (Red Bull). Em ambos os casos todos os carros mantiveram-se em prova, mas Bottas perdeu várias posições e viu os comissários de corrida analisarem o seu comportamento em pista.