Estado de emergência na Califórnia devido a incêndio que já matou cinco pessoas

Cerca de 38 mil pessoas tiveram de deixar as suas casas. Incêndio lavra desde segunda-feira e ameaça uma cidade com 90 mil habitantes.

Fotogaleria
LUSA/CALFIRE / HANDOUT
Fotogaleria
Reuters/ALEXANDRIA SAGE
Fotogaleria
Para o local, foram chamados 3400 bombeiros Reuters/FRED GREAVES

O incêndio que deflagra desde segunda-feira no condado de Shasta, estado norte-americano da Califórnia, já fez pelo menos cinco mortos, de acordo com a agência noticiosa Associated  Press. Pelo menos duas das vítimas eram menores. Cerca de 38 mil pessoas foram forçadas a abandonar as suas casas e pelo menos 500 edifícios foram já destruídos. Donald Trump, Presidente dos EUA, declarou estado de emergência na Califórnia durante a tarde deste sábado.

Um “tornado de fogo” — é assim que as autoridades têm descrito o incêndio que ameaça Redding, cidade de 90 mil habitantes no condado de Shasta para onde foram destacados 3400 bombeiros, auxiliados por 147 helicópteros. Só 5% das chamas estavam sob controlo ao início da noite de sábado. Até esta sexta-feira, as chamas já tinham consumido 19.500 hectares, segundo a Reuters.

O incêndio deflagrou na segunda-feira à noite e terá começado devido a faúlhas projectadas por um veículo com uma falha mecânica. Na quinta-feira, a situação piorou consideravelmente devido ao vento forte, galgando o Rio Sacramento e aproximando-se de Redding, cerca de 240 quilómetros a norte de São Francisco.

“Estamos a ver remoinhos de fogo – literalmente o que pode ser descrito como um tornado”, disse o chefe do Cal Fire, Ken Pimlott, em conferência de imprensa, citado pela BBC

As chamas têm sido alimentadas pelo tempo quente e seco e pelo vento forte. As temperaturas na Califórnia rondaram nos últimos dias os 42 graus, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia. “Não estamos a ter descanso com o tempo”, disse Chris Anthoy, porta-voz do Cal Fire, a agência californiana responsável pelo combate aos incêndios. “Continua quente, seco e continuamos com estes ventos… o incêndio está a ficar enorme.”

O Presidente Donald Trump declarou estado de emergência no Estado neste sábado, depois de, na sexta-feira, o governador Jerry Brown lhe ter feito um pedido formal para assistência de emergência, escreve o USA Today. A declaração autoriza a agência de gestão de emergências federal a disponibilizar fundos e recursos para fazer frente à emergência.

Este sábado havia pelo menos 89 incêndios de grandes dimensões a deflagrar em 14 estados norte-americanos, sobretudo na metade ocidental do país.