Nomeados novos membros da direção nacional da PJ

Segundo os despachos de nomeação, Carlos Farinha, Veríssimo Milhazes e Luísa Proença são os novos directores adjuntos da PJ, sendo a comissão de serviço pelo período de três anos.

Luís Neves é o director nacional da PJ
Foto
Luís Neves é o director nacional da PJ André Kosters

A equipa da Polícia Judiciária ficou concluída nesta quinta-feira com a publicação em Diário da República dos três novos directores nacionais adjuntos e dos directores de unidades da PJ.

Segundo os despachos de nomeação, Carlos Farinha, Veríssimo Milhazes e Luísa Proença são os novos directores adjuntos da PJ, sendo a comissão de serviço pelo período de três anos.

Carlos Farinha é director do Laboratório de Polícia Científica desde 2009 e Luísa Proença trabalha desde Dezembro de 2015 no gabinete da secretária de Estado da Justiça a exercer funções de responsável pelos fundos europeus para a Justiça, enquanto Veríssimo Milhazes é, desde 2012, director da Unidade de Informação de Investigação Criminal da PJ.

Os novos directores-adjuntos vão juntar-se a Luís Farinha, que tomou posse como director nacional da PJ a 16 de Junho.

No Diário da República são também publicadas a nomeação de Carla Falua para subdirectora da directoria de Lisboa e Vale do Tejo e Alexandra Milhazes para directora do Laboratório de Polícia Científica.

Para directora da Unidade Nacional Contraterrorismo, lugar anteriormente desempenhado por Luís Neves (o novo director nacional da PJ), foi nomeada Manuela dos Santos, até agora coordenadora dessa unidade.

A cerimónia de tomada de posse dos novos directores nacionais adjuntos e dirigentes de unidades da Polícia Judiciária vai decorrer na sexta-feira e será presidida pela ministra da Justiça, Francisca Van Dunen.