Vladislav Muslakov/Unsplash
Foto
Vladislav Muslakov/Unsplash

Dormir oito horas por dia e avaliar colchões? Sim, é um emprego

Empresa de Paços de Ferreira está a recrutar uma pessoa para dormir oito horas por dia, de segunda a sexta-feira, durante o mês de Setembro. Candidaturas até 10 de Agosto.

Não, não é uma brincadeira: a Desonno, empresa que desenvolve produtos de descanso, está mesmo à procura de alguém para dormir oito horas por dia, de segunda a sexta-feira. No fim de um mês de noites bem dormidas, o escolhido ainda recebe 1000 euros.

“Proporcionamos excelentes condições de trabalho, a começar desde logo pelo colchão e almofada, escolhidos à medida e conforto do candidato seleccionado”, pode ler-se no anúncio divulgado na internet.

Catarina Santos, directora de marketing da empresa, explica que se trata de uma campanha com o objectivo de tornar a empresa mais conhecida. Nas instalações da Desonno, em Paços de Ferreira, está a ser preparado um quarto que albergará “o sortudo” seleccionado.

A ideia é experimentar quatro a cinco modelos de colchões, mas terá de dormir pelo menos seis dias em cada um deles — uma vez que esse é o tempo que o corpo demora a adaptar-se a um novo colchão. A 3 de Outubro, quando termina o contrato, o funcionário terá de dar a sua opinião sincera sobre cada um dos modelos

As candidaturas podem ser submetidas no site, em qualquer formato. “Queremos uma pessoa dinâmica e é por isso que a vaga irá para o candidato com a proposta mais original", explicou Catarina Santos ao P3. As candidaturas decorrem até 10 de Agosto. Até ao momento, a Desonno já recebeu 2230 propostas.