<p>REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>
Foto

REUTERS/Kai Pfaffenbach

Já 40 animais têm autorização para entrar no centro comercial da Maia (em carrinhos)

A presença de animais de companhia no centro comercial da Maia ainda "é muito residual". O projecto PetCare entrou em vigor em Junho e conta com 40 registos e zero queixas. É o segundo centro comercial em Portugal a permitir a entrada de animais de companhia

Desde que o Mira Maia Shopping criou o programa PetCare, já são 40 os animais de companhia que podem acompanhar os tutores no centro comercial na Maia. “Os donos já registaram e já trouxeram cães, gatos e roedores para fazer compras”, conta ao Pet Sónia Duarte, directora de marketing, acrescentando que a entrada dos animais “exige inscrição prévia”. A medida entrou em vigor no final de Junho, mas, apesar dos registos até agora efectuados, a presença de animais nos corredores do centro “ainda é muito residual”.

Os animais não podem circular de forma livre: é interdita a entrada na zona de restauração, nas escadas rolantes, no supermercado e em metade das lojas, número que a directora acredita “vir a aumentar”. “O animal de estimação só pode entrar nas lojas assinaladas como Pet Friendly e tem de circular sempre no carrinho”, clarifica.

PÚBLICO -
Foto
Evento no centro comercial com workshops sobre como usar o carrinho, a 19 de Julho

Para isso, o centro comercial tem à disposição dois carrinhos de transporte que podem ser requisitados de forma gratuita: um preparado para cães de porte grande (apenas até 50 quilogramas) e outro de porte pequeno. “Para já ainda é suficiente porque ainda não há muita gente a aderir e porque há quem opte por trazer a sua própria transportadora”, diz Sónia Duarte. Até ao momento, “ainda não foram registados quaisquer incidentes ou queixas”.

Os donos poderão levar até dois animais. À entrada, devem “avisar o vigilante” e, no primeiro acesso, recebem um boletim e a “chapa que terá de ser utilizada na trela/coleira sempre que o animal visitar as instalações”. Têm de ter toda a documentação obrigatória por lei em dia. Para registar o animal deve ser preenchido o formulário de inscrição, onde é pedido uma cópia digital do cartão que os identifica como tutores e o registo na junta de freguesia. No caso dos cães, é obrigatório apresentar ainda o boletim sanitário devidamente validado, o número do microchip e o comprovativo de vacinação em dia.

O centro comercial não se responsabiliza por quaisquer danos e reserva o direito de barrar a entrada ou expulsar os animais das instalações, lê-se no regulamento do programa.

No centro comercial Alegro Alfragide, concelho de Oeiras, é permitida a entrada de cães há um ano e já foram registados mais de 200 animais. Até ao final de Junho, este era o único centro comercial em Portugal que autorizava a entrada de cães. A iniciativa foi lançada em Maio, na altura em que, aprovado o novo Estatuto Jurídico dos Animais de Companhia, estes deixaram de ser considerados coisas à luz da legislação portuguesa.