Tancos: PS pede audições urgentes às secretárias-gerais do SIRP e da Segurança Interna

Deputado Ascenso Simões, justifica o pedido com um "conjunto de notícias sobre um possível 'Assalto aos paióis de Tancos' e as suas implicações na segurança nacional".

Ascenso Simões
Foto
Ascenso Simões daniel rocha

O PS requereu nesta terça-feira a audição urgente, no Parlamento, da secretária-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa e da secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, na sequência de notícias sobre "um possível" assalto aos paióis de Tancos.

No requerimento, o coordenador dos deputados do PS na comissão parlamentar de Defesa, Ascenso Simões, justifica o pedido com um "conjunto de notícias sobre um possível 'Assalto aos paióis de Tancos' e as suas implicações na segurança nacional".

Citando partes de acórdãos do Ministério Público relativos à investigação judicial ao furto de Tancos, o jornal Expresso noticiou no sábado que, além das munições de 9mm, há mais material em falta entre o que foi recuperado na Chamusca, como granadas de gás lacrimogéneo, uma granada de mão ofensiva, e cargas lineares de corte.

Esse material em falta representa, segundo a mesma exposição do Ministério Público, "um perigo para a segurança interna".