Explosão de lava atinge embarcação turística, causando 23 feridos

Desde o início da erupção, em Maio, o vulcão Kilauea já destruiu centenas de habitações no Havai.

Turistas testumunham erupção do Kilauea
Fotogaleria
Turistas testumunham erupção do Kilauea Reuters/Terray Sylvester
O vulcão Kilauea em erupção
Fotogaleria
O vulcão Kilauea em erupção Reuters/Terray Sylvester

Fragmentos de uma explosão de lava atingiram nesta segunda-feira um barco turístico ao largo da Ilha Grande do Havai, ferindo 23 pessoas segundo as autoridades locais.

Uma mulher de 20 anos ficou com ferimentos graves numa perna, enquanto os restantes passageiros sofreram queimaduras e traumatismos ligeiros. Três dos feridos foram hospitalizados, enquanto os restantes foram socorridos no local. 

PÚBLICO -
Foto

Os passageiros relatam momentos de pânico e confusão abordo: "Estás a ser atingido por lava e não há saída possível. Só tínhamos seis metros, e todos tentavam abrigar-se no mesmo sítio. Foi caótico. Foi verdadeiramente assustador", disse uma turista, citada pela BBC.

A embarcação pertence à empresa Lava Ocean Tours, que leva turistas até uma zona onde a lava do vulcão Kilauea entra em contacto com o Oceano Pacífico. Apesar de vigorar uma proibição à presença de barcos naquelas águas, existe uma excepção para operadores turísticos experientes.

Desde o início de Maio, o vulcão Kilauea já destruí centenas de habitações e obrigou milhares de pessoas a abandonar as suas casas devido ao avanço da lava. Até esta segunda-feira, e antes do incidente com o barco turístico, o único caso de ferimentos graves tinha sido o de um homem que foi atingido com um salpico de lava numa perna.

O Kilauea é um dos mais activos do mundo, encontrando-se em constante erupção há cerca de 35 anos.