Fotografia

O Verão numa praia do Mar Morto, com vista para Sodoma

Fotogaleria

Num dia quente de Verão, numa praia paradisíaca com vista para o Monte Sodoma, em Israel, Alexander Bronfer avistou uma linda mulher que se banhava nas águas do Mar Morto. Acercou-se. Abordou-a. “Quando começámos a conversar, percebi que estava tão embriagada que mal conseguia articular o discurso”, contou ao P3, alegremente. “Ri-me ao perceber que a situação decorria junto ao Monte Sodoma.” Nesse dia, o fotógrafo israelita tomou a decisão de registar a vivência dos veraneantes numa das mais belas e antigas zonas balneares do mundo e chamar Sodom ao projecto. “Não é por querer compilar os nossos pecados…”, ressalva, bem-disposto.

Durante dois anos, Alexander visitou o local todas as semanas. “A praia em questão não é muito popular entre os israelitas e é frequentada sobretudo por turistas. Esse facto proporcionou-me a liberdade necessária para fotografar sem rodeios. Afinal, eu também parecia apenas mais um turista entre turistas.” No terreno, por vezes, é forçado a esperar várias horas até que alguém apareça na recôndita praia. “O calor extremo e a água salgada obrigam-me a fotografar quase sempre dentro de água. Só consigo permanecer no local uma hora de cada vez.” Apesar das condições “difíceis”, Alexander apaixonou-se pelo local. “O Mar Morto tem uma beleza intemporal. É curioso pensar que aquela praia é visitada há mais de dois mil anos por pessoas que também se apaixonam por ela, como eu.”

Alexander (@bronfer, no Instagram) nasceu na Ucrânia, estudou na Rússia e reside em Telavive, Israel. Tem duas paixões: o mar e a fotografia de rua. “Sempre me senti mais confortável com uma câmara quando estou junto ao mar e é por isso que a maior parte do meu trabalho está relacionado com aquela fina faixa de areia que está entre o Mar Morto e as movimentadas ruas de Telavive. Acredito que o mar altera o comportamento das pessoas e as torna mais bonitas, mais tolerantes.” O fotógrafo, um assumido fã do trabalho do cineasta Andrej Tarkovsky, foi finalista do Festival de Fotografia de Rua de Miami, em 2017, e do Prémio Exposure, da Lens Culture, em 2018.

©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer
©Alexander Bronfer