Conselho de Redacção dá parecer favorável à nova direcção editorial

Manuel Carvalho propôs os nomes de Amílcar Correia, Ana Sá Lopes, David Pontes e Tiago Luz Pedro.

José Fragoso, Portugal
Foto
pp paulo pimenta

O Conselho de Redacção do PÚBLICO emitiu esta quarta-feira parecer favorável à nova direcção editorial proposta por Manuel Carvalho, que propôs os nomes de Amílcar Correia, Ana Sá Lopes, David Pontes e Tiago Luz Pedro.

O director indigitado anunciou que Amílcar Correia será o director-adjunto responsável pelo online. Ana Sá Lopes ficará encarregue da área da política. David Pontes será o director-adjunto no Porto e terá a responsabilidade de gerir os projectos editoriais e a extensão da marca. Tiago Luz Pedro mantém as suas actuais funções, transitando da anterior direcção encabeçada por David Dinis.

Quatro dos cinco membros da direcção são jornalistas fundadores do PÚBLICO (Manuel Carvalho, Amílcar Correia, David Pontes e Ana Sá Lopes). Destes quatro, três faziam parte da equipa de estagiários que integraram a primeira redacção do PÚBLICO (Manuel Carvalho, Amílcar Correia e David Pontes).

Amílcar Correia, fundador do P3, passou por inúmeras secções do PÚBLICO desde a sua fundação, desempenhado vários cargos de edição e tendo já sido subdirector. Actualmente, era editor executivo. 

Ana Sá Lopes iniciou-se no jornalismo no extinto semanário O Jornal, em 1987. Fez depois parte da equipa fundadora do PÚBLICO, em 1989, onde esteve 16 anos. Passou posteriormente pelo Diário de Notícias e fez parte da equipa fundadora jornal i, onde se encontrava até este ano como directora-adjunta.

David Pontes liderava até agora o V Digital do Global Media Group, tendo anteriormente sido director-adjunto do Jornal de Notícias e desempenhado funções directivas na Agência Lusa. Esteve por duas vezes no PÚBLICO: a primeira desde a fundação até 1998, tendo regressado entre 2000 e 2002, integrando a direcção de José Manuel Fernandes.

Tiago Luz Pedro, que se mantém como director adjunto, está no PÚBLICO desde 1997, tendo editado as secções Local, Sociedade e Online.

Manuel Carvalho foi jornalista fundador do PÚBLICO, na secção de Economia, e subdirector e director-adjunto entre 2000 e 2012, nas direcções de José Manuel Fernandes e Bárbara Reis. Era actualmente redactor principal na redacção do Porto. Comentador de assuntos políticos e económicos da RTP Informação e da RTP2, venceu o Prémio Gazeta de Imprensa em 2015 com uma série de trabalhos sobre a Primeira Guerra Mundial em Moçambique que deram depois origem ao livro A Guerra que Portugal Quis Esquecer