Real Madrid confirma transferência de Ronaldo para a Juventus

Jogador português agradece ao clube, aos adeptos e à capital espanhola, mas diz que "chegou o momento de começar uma nova etapa" na sua vida.

Juventus FC, Real Madrid CF, Manchester United FC, Mundial de 2018
Fotogaleria
Camisolas de Ronaldo à venda em Turim Reuters/Massimo Pinca
Jersey, Juventus FC, seleção de futebol de Portugal, Serie A
Fotogaleria
Camisolas de Ronaldo e outros jogadores da Juventus à venda em Turim Reuters/MASSIMO PINCA

O Real Madrid e a Juventus chegaram a acordo para a transferência de Cristiano Ronaldo para Turim, confirmou esta tarde o clube espanhol.

"O Real Madrid comunica que, atendendo à vontade e ao pedido expressos pelo ex-jogador Cristiano Ronaldo, acordou a sua transferência para a Juventus", lê-se no site do clube, que expressa gratidão a "um jogador que demonstrou ser o melhor do mundo e que marcou uma das épocas mais brilhantes da história do clube e do futebol mundial".

Para além dos troféus, continua o clube, "Cristiano Ronaldo foi um exemplo de dedicação, trabalho, responsabilidade, talento e superação". Madrid, diz o Real, "será sempre a sua casa".

Horas depois, a Juventus sinalizou através das redes sociais, e com uma imagem minimalista, a chegada iminente de Ronaldo a Turim.

O diário desportivo espanhol Marca diz que a transferência para Itália fica selada por 105 milhões de euros. Este valor, no entanto, ainda não foi confirmado oficialmente por nenhuma das partes.

"Estes foram possivelmente os anos mais felizes da minha vida"

Minutos depois, o Real Madrid partilhava também uma carta de despedida de Cristiano Ronaldo. "Estes anos no Real Madrid, e nesta cidade de Madrid, foram possivelmente os mais felizes da minha vida", começa por escreve o jogador português. "Só tenho sentimentos de enorme gratidão por este clube, estes adeptos e esta cidade. Só posso agradecer a todos pelo carinho e afecto que recebi", continua.

"No entanto, creio que chegou o momento de começar uma nova etapa na minha vida. (...) Peço a todos, e especialmente aos nossos adeptos, que por favor me compreendam", apela.

>>>Clique para ler na íntegra a carta de despedida de Cristiano Ronaldo<<<

Ronaldo chegou a Madrid em 2009 naquela que, à data, foi a mais cara transferência na história do futebol mundial. Deixa o Real com um registo que fala por si: tornou-se no maior marcador da história do clube com 451 golos em 438 jogos, e somou 16 títulos, incluindo quatro Ligas dos Campeões. A título individual, conquistou quatro Bolas de Ouro e três Botas de Ouro com a camisola do clube.

No entanto, e apesar das conquistas desportivas, a relação entre Ronaldo e o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, degradou-se ao longo dos últimos anos. Terá sido a insatisfação do português perante o que entendeu ser a falta de apoio institucional do clube em relação aos seus problemas com o fisco espanhol, mais do que os valores que poderá vir a auferir em Turim (aponta-se 60 milhões de euros de salário anual), que ditou a saída para Itália.